INSS revisa 200 mil auxílios-doença liberados sem perícia na pandemia

O órgão não informou prazo para que as revisões sejam finalizadas

Legenda: Os solicitantes com pedido pendente podem consultar o andamento do processo pelo site ou pelo aplicativo do Meu INSS
Foto: Shutterstock

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está fazendo uma revisão em cerca de 200 mil auxílios-doença que foram liberados sem a realização de perícia. A liberação foi feita no período em que as agências do órgão estavam fechadas por causa do coronavírus. As informações são do Uol.

O INSS não informou prazo para que essas revisões sejam finalizadas. Quem estiver com pedido pendente pode consultar o andamento do processo pelo site ou aplicativo do Meu INSS.

Veja como checar o andamento da revisão

  • Acesse o Meu INSS pelo aplicativo ou site;
  • Vá em requerimentos;
  • Em requerimentos, acesse "Revisão de Auxílio-Doença com Documento Médico".

Havia sido definida pelo órgão no ano passado uma antecipação de R$ 1.045 do benefício para os segurados que enviassem, pela internet, os laudos comprovando a incapacidade para o trabalho.

Se fosse comprovado posteriormente que a pessoa tinha direito a um valor maior e estava incapacitada para o trabalho, o INSS pagaria a diferença.

Em todo o Brasil, foram feitos 3 milhões de pedidos de antecipação, de acordo com o INSS. Desse total, um milhão de solicitações foram concedidas e 200 mil ainda estão em análise.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios