Granito: Montiel é 1ª a chegar à ZPE

Legenda: O secretário de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Antonio Balhmann, recebeu, na ZPE, representantes da empresa e do Banco do Brasil

Primeira empresa do setor de granito da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará, a Montiel Stone Processing Ltda. Será implantada em um espaço de quatro hectares na área industrial do Setor II (expansão) da estatal. O investimento no parque industrial da Montiel será da ordem de R$ 50 milhões e a empresa deverá gerar mais de 200 empregos, entre diretos e indiretos.

Ontem (21), o secretário de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Antonio Balhmann, recebeu, na ZPE Ceará, o superintendente Estadual do Banco do Brasil, Amauri Aguiar de Vasconcelos; o gerente geral de Agência do Banco do Brasil, Marcus Paulo Neves; e os empresários do setor do granito, Francisco Mendes Aragão e Demontiê Mendes Aragão Filho.

Na ocasião, Balhmann passou para o Banco do Brasil, o termo de compromisso assinado entre a ZPE Ceará e a Montiel, que garante a disponibilização a título oneroso de quatro hectares na área industrial do Setor II (expansão) da ZPE para a implantação do parque industrial da empresa para produção de placas de mármore, granito, quartzito e limestone.

A produção da Montiel visará o mercado externo, principalmente os Estados Unidos.

Empresas

Atualmente, a ZPE Ceará já conta com empreendimentos como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a Vale Pecém, a White Martins e a Phoenix do Brasil.

O Estado segue trabalhando para captar novos investimentos para a ZPE e negocia com a chinesa Qingdao Xinyutian Chemical para a implantação de dois complexos que vão abrigar uma refinaria e um polo petroquímico

No início deste mês, o Estado assinou um acordo com o Banco de Desenvolvimento da China, ficando mais perto de viabilizar uma refinaria de petróleo no Ceará. Agora, falta a Qingdao Xinyutian Chemical ter o seu projeto aprovado pelo banco.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios