Energia solar: potência instalada no Ceará chega a 3,1 GW; veja ranking dos estados

O Brasil ultrapassou a marca histórica de 11 GW de potência instalada, segundo a Absolar

Já na geração distribuída, que inclui unidades menores de usinas próximas ao consumidor, o Estado tem potência instalada de 239,3 MW
Legenda: Já na geração distribuída, que inclui unidades menores de usinas próximas ao consumidor, o Estado tem potência instalada de 239,3 MW
Foto: Natinho Rodrigues

O Ceará atingiu a marca de 3,1 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica, em usinas de grande porte e em sistemas de pequeno e médio portes instalados em telhados, fachadas e terrenos.

Já o Brasil ultrapassou a marca histórica de 11 GW de potência instalada, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (20) pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

No contexto da geração centralizada, que inclui usinas de grande porte, o Ceará configura na quinta colocação entre os estados com maior potência instalada (2.951,6 MW).

Já na geração distribuída, que inclui unidades menores de usinas próximas ao consumidor, o Estado tem potência instalada de 239,3 MW, estando na 10ª posição entre as unidades federativas. 

Fortaleza é o sexto município brasileiro com maior potência instalada (59,1 MW) na geração distribuída. 

RANKING GERAÇÃO CENTRALIZADA

Minas Gerais: 11.558,6 MW
Bahia: 5.129,4 MW
Piauí: 3.969,7 MW
Pernambuco: 3.058,3 MW
Ceará: 2.951,6 MW
Rio Grande do Norte: 1.579,4 MW
Paraíba: 1.410,8 MW
São Paulo: 1.024,0 MW
Mato Grosso do Sul: 800,6 MW
Alagoas: 527,9 MW

RANKING GERAÇÃO DISTRIBUÍDA

Minas Gerais: 1.303,7 MW
São Paulo: 888,1 MW
Rio Grande do Sul: 848,7 MW
Mato Grosso: 533,7 MW
Paraná: 382,9 MW
Goiás: 368,3 MW
Rio de Janeiro: 294,2 MW
Bahia: 253,5 MW
Santa Catarina: 247,9 MW
Ceará: 239,3 MW

Investimentos

De acordo com a entidade, a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos, R$ 15,2 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados desde 2012. Com isso, também evitou a emissão de 12,5 milhões de toneladas de CO₂ na geração de eletricidade.
 
Atualmente, as usinas solares de grande porte são a sexta maior fonte de geração do Brasil, com empreendimentos em operação em nove estados brasileiros, nas regiões Nordeste (Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte), Sudeste (Minas Gerais e São Paulo) e Centro-Oeste (Tocantins).

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios