Com temporada de cruzeiros aberta, agências retomam vendas e cearenses se preparam para viajar

Agências de turismo estão otimistas com a retomada das viagens de navio

Escrito por Heloisa Vasconcelos/Agência Brasil, heloisa.vasconcelos@svm.com.br

Negócios
Legenda: A Clia Brasil, que representa as companhias de navios de cruzeiros do País, anunciou que vai estender a suspensão de novas operações até 4 de fevereiro
Foto: Divulgação/ MSC

Com a retomada dos cruzeiros no Brasil, agências de turismo do Ceará já iniciaram as vendas de pacotes, e turistas cearenses se planejam para viajar nos próximos meses. A temporada 2021/2022 começou na sexta-feira (5).

De acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar/ Clia Brasil), cinco embarcações estão confirmadas para esta temporada, com 107 roteiros e 392 escalas em destinos nacionais. Há apenas uma escala prevista para Fortaleza, em março de 2022. 

Os cruzeiristas cearenses precisam se deslocar para cidades onde há embarque de passageiros. Apesar disso, agências do Estado têm expectativas positivas para a retomada desse tipo de roteiro.  

Retomada nas vendas 

As vendas de cruzeiros na Terratur ficaram relativamente paradas durante o último ano. A agência de turismo não fez divulgação dos pacotes para evitar remarcações diante das incertezas da pandemia. 

Os trabalhos devem voltar de forma mais intensa agora que a temporada de cruzeiros foi confirmada. Conforme a diretora da agência, Claudia Alcântara, estão sendo ofertados roteiros nacionais e internacionais, inclusive em navios temáticos. 

“Já está liberado e vai ser mais uma opção para os passageiros, sobretudo para quem não tem visto. Uma opção de pagar em reais, porque o dólar dificulta um pouco”, destaca. 

Segundo a consultora da agência de viagens Wee Travel, Rose Rangel, a abertura das fronteiras norte-americanas incentivou a busca por cruzeiros, dando uma opção ao mediterrâneo.  

Ela explica que as expectativas eram de que não houvesse um volume considerável de reservas neste ano, mas a confirmação da temporada torna o setor mais otimista. “Como as reservas estão voltando, acreditamos que esse número vai ser mais expressivo”, diz. 

Para embarcar nos cruzeiros, os cearenses normalmente viajam para Santos (SP) ou Rio de Janeiro (RJ). Também há partidas de Salvador (BA) e Maceió (AL). 

Primeira viagem 

A empreendedora Ana Lúcia Sales, de 41 anos, embarcará em um cruzeiro pela primeira vez no próximo mês. A viagem foi comprada ainda em 2019, prevista para 2020, mas foi cancelada em razão da pandemia. 

Ela e o marido, o dentista Daniel Gondim, de 44 anos, haviam juntado reservas financeiras para comprar o pacote, que seria um presente de aniversário para ela e uma comemoração do nascimento do pequeno Luke, hoje com 2 anos. 

“Faz tanto tempo que a gente comprou que a gente ainda está sem acreditar que realmente vai acontecer. Tivemos que remarcar por conta do Covid e aproveitamos essa promoção”, conta. 

Ela, marido e filho sairão do Rio de Janeiro e passarão por Buenos Aires, Montevidéu, Punta Del Este e Itajaí. As expectativas são as melhores.  

Cruzeiros em Fortaleza 

Após cancelamento de dois navios, há previsão de apenas uma escala em Fortaleza. O MSC Splendida chegará a Capital em 18 de março de 2022, após sair de Santos e fazer escalas no Rio de Janeiro e em Salvador.  

Partindo de Fortaleza, o navio o atravessará o Oceano Atlântico rumo à Europa, visitando cidades no Marrocos, Portugal, Espanha, França e, por fim, o seu destino em Gênova, na Itália. 

Respeitando a ocupação de 75% da capacidade em respeito aos protocolos, é esperada a chegada de 3.225 turistas. De acordo com a Clia Brasil, o impacto econômico médio gerado por cada cruzeirista nas cidades de escala é de R$ 557,32. 

A agenda de chegada de cruzeiros ao Ceará ficou com apenas uma escala após o cancelamento de dois navios que viriam ao Ceará. Conforme o secretário de turismo do Estado, Arialdo Pinho, se os navios internacionais forem autorizados, poderão haver novas chegadas de embarcações vindas de outros países. 

Escala no Nordeste, segundo a Clia Brasil 

 

  • Fortaleza - 1 escala / 4.363 leitos totais 

  • Ilhéus - 31 escalas / 129.999 leitos totais 

  • Maceió - 20 escalas / 75.335 leitos totais 

  • Salvador - 50 escalas / 203.715 leitos totais 

 

Protocolos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma nota nesta terça-feira (9) em que alerta sobre os protocolos sanitários que devem ser seguidos por viajantes em cruzeiros.

Nela são apresentados os principais requisitos para embarque nesses navios cuja atividade foi retomada recentemente, com a publicação da Portaria Interministerial 658 de 2021.

  • Obrigação de apresentação de teste do tipo RT-PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque;

  • Teste de antígeno feito até 24 horas antes do embarque;

  • Preenchimento de formulário contendo informações sobre as condições de saúde do viajante;

  • Testagem diária de 10% dos passageiros a bordo e de 10% da tripulação;

  • Lotação máxima da embarcação é limitada a 75% da capacidade de passageiros; 

  • Espaçamento a bordo deve ser de 1,5 metro entre grupos de viajantes (grupo familiar ou grupo de pessoas que viajam juntas);

  • Toda a tripulação a bordo deverá fazer testagem semanal;