Gil do Vigor, do BBB 21, revela sonho de presidir Banco Central do Brasil

Doutorando em Economia, o pernambucano repercutiu com as falas didáticas sobre o assunto no confinamento

Escrito por Redação,

Zoeira
Gilberto em clique na Rede Globo
Legenda: Gilberto deve seguir para o PhD nos Estados Unidos, mas pretende voltar ao Brasil
Foto: Globo/João Cotta

O ex-BBB 21 Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, já selecionou o PhD que deseja cursar nos Estados Unidos, está colhendo os frutos da exposição no reality show, mas não esquece dos sonhos no Brasil. Segundo ele, o principal atualmente é ser presidente do Banco Central.

Em entrevista ao Rede BBB, um dos programas que complementam o jogo do Big Brother Brasil, Gilberto comentou mais detalhes do plano para quando concluir o doutorado fora do país.

"Seria extraordinário. A emissão de moeda, o estudo do mercado financeiro. A moeda influencia vários fatores, como desemprego e inflação", explicou em parte.

Ainda assim, o doutorando em economia comenta que seria algo para aprimorar. "Eu sou apaixonado, não é minha área de pesquisa hoje, mas eu tenho muito prazer de estudar e falar", pontua.

Entretanto, o pensamento é algo novo, e Gil o define como uma meta que requer bastante responsabilidade.

"Nunca foi um objetivo de vida, mas hoje em dia eu penso que trabalhar e presidir o Banco Central seria um sonho, que nunca foi palpável", também opina.

Economia no BBB

Além dos planos de carreira, Gilberto ainda falou ao programa sobre a repercussão das conversas iniciadas por ele no confinamento do BBB 21. Por lá, o economista citou diversas vezes a área na qual atua.

"Muitos professores renomados começaram a falar sobre mim, me chamaram para conversar que eu nunca imaginei que poderia participar. Estou de fato muito chocado com o que tem acontecido, tem sido extraordinário", finalizou. 

Assuntos Relacionados