Defesa de Rose Miriam, ex de Gugu, declara que ela não pediu aumento de pensão na Justiça

Defesa da viúva do apresentador informou que a Justiça manteve o valor de 10 mil dólares mensais, pagos desde 2020

Escrito por Redação,

Zoeira
Foto de Rose Miriam e Gugu Liberato sorrindo
Legenda: Atualmente, Rose ainda briga na Justiça para ter sua união estável com o apresentador reconhecida
Foto: Reprodução

O advogado de Rose Miriam di Matteo, ex-companheira e mãe dos filhos Gugu Liberato — que morreu em acidente doméstico em 2019 —, declarou nesta segunda-feira (25) que ela pediu aumento de pensão. Fato foi elucidado após colunista divulgar que a Justiça havia negado um pedido para mudança no valor.

Comunicado da defesa informou que, na verdade, a Justiça manteve o valor de 10 mil dólares mensais pagos desde o começo de 2020, negando o "pedido do Espólio para suspender o valor que é recebido por Rose Miriam". As informações são do Extra

"O Tribunal de Justiça de São Paulo negou o pedido do Espólio para suspender o valor que é recebido por Rose Miriam desde o início do ano passado (2020), bem como negou ainda o pedido de prestação de contas e compensação de valores", consta do comunicado da defesa.

O valor pago é destinado ao custeio pessoal de Rose, bem como da residência onde ela mora com os filhos Marina, Sofia e João Augusto em Orlando, no estado norte-americano da  Flórida, de acordo com o advogado Nelson Wilians.

Disputas judiciais

Atualmente, Rose ainda briga na Justiça para obter reconhecimento de sua união estável com Gugu. As filhas do apresentador. Marina e Sofia, apoiam a mãe e também já entraram na Justiça com críticas à família do pai e ao controle de dinheiro feito pela irmã dele.

A disputa judicial deu origem a uma série de desavenças entre Rose e a família de Gugu. A mãe do apresentador, Maria do Céu, chegou a dizer que os Rose e Gugu nunca tiveram nada, mas que o apresentador dava a Rose tudo que ela queria. Ela também chegou a dizer que Rose estava destruindo a família com a disputa.