Amanda Ferrari, cantora gospel, denuncia agressões e até 'ameaças de morte' de ex-marido

O filho da artista também se posicionou contra o pai nas redes sociais

Escrito por Redação,

Zoeira
Cantora gospel Amanda Ferrari de vestido preto
Legenda: Artista publicou mensagem condenando violência contra mulheres e fazendo seu relato
Foto: Reprodução/Instagram

A cantora de gospel Amanda Ferrari foi ao Instagram nesta quinta-feira (9) para relatar uma série de agressões e até ameaças de morte sofridas pelo ex-marido, o empresário Gunavingre Salustiano. Ela denuncia que já "tomou medidas cabíveis", mas o homem continua a persegui-la. 

"Eu me chamo Amanda Ferrari e há anos venho sofrendo junto com o nosso filho agressões psicológicas (ameaças de morte), agressões patrimoniais, agressões verbais do meu ex-marido. Vivemos com medo constantemente do que ele possa fazer, o tempo todo em estado de alerta", escreveu no stories, por meio de sua assessoria.

Ferrari comenta que a sequência de fatos causou "sérios problemas psicológicos" e que ela e o filho Gunnar estão sendo "acompanhados por profissionais competentes". 

Prints de relato de agressões publicado por Amanda Ferrari
Legenda: Denúncias foram publicadas pela assessoria de Amanda em seu perfil oficial
Foto: Reprodução/Instagram

"Sensação de impunidade" 

Amanda compartilhou o que chamou de "mais um pedido de socorro", pontuando a "a sensação de impunidade que assola as mulheres que sofrem com estes agressores". 

"O agressor continua nos agredindo emocionalmente durante anos e atualmente. Por isso tudo que expus venho pedir este socorro, fazer este apelo, que nos ajudem pelo amor de Deus", relata a cantora. 

A assessoria da artista publicou ainda que ela e o filho "estão resguardados no momento". "Pedimos ao nosso amados irmãos que seja feita uma corrente de orações por eles". 

Separação 

A cantora disse ao colunista Leo Dias, do Metrópoles, que se separou do ex-marido após uma série de traições, e contou que ele teve, inclusive, filhos com outra mulher enquanto ainda estava com ela. 

"Quanto mais eu ganhava dinheiro, mais poder ele tinha, mulherada... Ele teve um casal de gêmeos com outra mulher em 2016, enquanto estávamos juntos", comenta.

Amanda relatou ainda abusos financeiros do dinheiro da carreira dela: "Quando eu larguei dele, ele me deixou com R$ 11 na conta. Eu não tenho nome limpo, não tenho cartão de crédito. Ele acabou com a minha vida financeira e afetiva". 

Leo Dias procurou Guinavingre Salustiano, que negou as acusações feitas pela ex-esposa. 

Filho divulga áudio 

Gunnar, filho de Amanda de apenas 14 anos, postou vídeo em apoio a mãe no Instagram. "Já tem vários anos que estas coisas estão acontecendo e nossa vida está muito complicada", desabafa. 

Ele também publicou um áudio agressivo atribuído ao pai, Guinavingre, descrevendo: "Esse é o pai o que eu tenho". 

Na gravação, Gunnar, conhecido como Guninho, se dirige ao pai: "Primeiro, eu não te xinguei em nenhum momento. E outra coisa: eu não conheço nenhum desses caras então não vejo motivo para você estar estressado comigo".

"Você quer as prints? Você quer ver as prints? Moleque imbecil, moloque imbecil do caralh*", responde o homem.