Grupo faz corrente de oração em frente a hospital de Fortaleza em prol dos internados pela Covid-19

A ideia partiu da esposa de um dos pacientes internados no Hospital Regional da Unimed, que transmitiu o momento ao vivo nas redes sociais

Grupo combinou de vestir branco e selecionou uma lista de louvores para cantar em frente ao Hospital Regional da Unimed.
Legenda: Grupo combinou de vestir branco e selecionou uma lista de louvores para cantar em frente ao Hospital Regional da Unimed.
Foto: Arquivo pessoal

Um grupo de pessoas se reuniu na tarde deste sábado (27), em frente ao Hospital Regional da Unimed (HRU), em Fortaleza, para louvar e orar pela cura dos pacientes com Covid-19 internados na unidade. O momento foi transmitido pelo perfil da empresária Tatiana Leitão Viana Souza, 44, no Instagram. Ela é esposa do também empresário José Ribeiro de Souza Júnior, 35, um dos que enfrentam a doença num leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital.

Iniciada às 16 horas, a transmissão durou uma hora. Nos comentários, mensagens de fé e de força foram direcionadas não só a Júnior, mas, também, a Pietro, Olívia, Rogério, William, também citados na "live", e todos os que tentam sobreviver à pandemia.

Tatiana acredita em milagre e na força da oração coletiva. Desde que Júnior foi internado, um mês atrás, a empresária conta com o apoio constante da família, dos amigos e de outras pessoas que os conhecem por causa de uma hamburgueria da qual são proprietários.

Imagem capturada da transmissão ao vivo da corrente de oração.
Legenda: Imagem capturada da transmissão ao vivo da corrente de oração.

“Queria me fortalecer na oração. Pedia aos amigos, eles iam espalhando e a gente ia conseguindo milagres”, conta Tatiana, lembrando de momentos difíceis como, por exemplo, quando Júnior descobriu que estava com quase todo o pulmão comprometido, quando precisou ser transferido para a UTI, quando foi intubado, quando passou por uma traqueostomia e, mais recentemente, quando começou a enfrentar uma infecção generalizada.

Todos esses momentos, segundo a empresária, foram seguidos de “milagrosas” melhoras de Júnior, nas palavras dos próprios médicos. Com o momento de oração presencial, que contou ainda com amigos assistindo de longe, de dentro dos próprios carros, ela acredita que vidas serão restauradas. “Estaremos unidos num propósito maior”, confia.

Guto Mota, 39, amigo do casal, foi um dos que participaram da corrente de oração a distância. “Está sendo bem difícil para todos nós. Júnior é um cara brincalhão, amigo, parceiro. A gente vê as pessoas acometidas por essa doença… é difícil”, afirma.

Para o gerente comercial, o momento foi importante, também, para amigos e familiares de outros internados — que não podem vê-los devido à suspensão das visitas presenciais — se fortalecerem na fé. “A gente quer que as pessoas saiam de lá curadas, restauradas. Deus dá uma segunda chance”, garante.

Internações na Unimed

Só pela Unimed Fortaleza, há, neste sábado, 501 pacientes internados com Covid-19, nove a mais do que o registrado na última sexta (26). Desses, 175 estão em leitos de UTI e 119 utilizam respiradores. Os números são divulgados diariamente pelo médico Elias Bezerra Leite, presidente da rede Unimed na Capital.

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores