Turismo e comércio movimentam economia do principal cartão postal de Fortaleza

Com atividades para todos os públicos, Beira Mar movimenta cerca de R$ 4 milhões por dia

Escrito por Agência de Conteúdo DN ,
Legenda: O trecho tem três quilômetros de extensão
Foto: Shutterstock

A orla de Fortaleza se destaca como um dos principais atrativos da capital cearense, não apenas por sua beleza natural, mas também por sua relevância no cenário econômico local. A Beira Mar, localizada entre o Aterro da Praia de Iracema e o Mercado dos Peixes, funciona como um verdadeiro polo turístico, gerando renda e emprego para milhares de pessoas.

Dados levantados pelo Observatório do Turismo, coordenado pela Secretaria Municipal de  Turismo de Fortaleza (Setfor), indicam que o movimento no local gera, em média, R$ 4 milhões por dia, demonstrando a importância do espaço como um catalisador da economia. Esse valor expressivo se deve à grande variedade de atividades turísticas e comerciais que ali se concentram, desde restaurantes e bares badalados até lojas de artesanato e souvenirs, como a Feirinha da Beira Mar.

A orla também é palco de diversos eventos ao longo do ano, como shows, feiras e competições esportivas, que atraem ainda mais visitantes e impulsionam a circulação de dinheiro na região. Dados do Observatório do Turismo registraram que, entre janeiro e abril de 2024, 6.405 pessoas foram admitidas em vagas no setor de turismo da cidade, principalmente na área de restaurantes e lanchonetes.

João Carlos Araújo, secretário da Regional 2, ressalta a importância da Beira-Mar de Fortaleza para a população local e para a economia da cidade. “A Beira Mar de Todos é, antes de tudo, um espaço para o fortalezense. Ela gera renda para os trabalhadores e contribui significativamente para o desenvolvimento econômico da nossa cidade. É um lugar vibrante, com grande fluxo de pessoas e intenso uso da infraestrutura. A ordenação desse espaço abre um leque de oportunidades de negócios, desde atividades esportivas e gastronômicas até o artesanato e os quiosques da orla. É a nossa Beira-Mar, não apenas para quem nos visita, mas, principalmente, para quem vive aqui. Um equipamento que promove o lazer, o esporte, a saúde e a qualidade de vida da nossa gente”, afirma o secretário.

Um dos fatores que contribui para o sucesso da Beira-Mar como destino turístico é a sua constante revitalização. Nos últimos anos, a Prefeitura de Fortaleza vem investindo em obras de infraestrutura, como a requalificação da orla e a ampliação da faixa de areia, tornando o local ainda mais atraente para visitantes.

A Beira Mar de Todos é, antes de tudo, um espaço para o fortalezense. Ela gera renda para os trabalhadores e contribui significativamente para o desenvolvimento econômico da nossa cidade. É a nossa Beira-Mar, não apenas para quem nos visita, mas, principalmente, para quem vive aqui”, afirma João Carlos Araújo, secretário da Regional 2.

Sobre o projeto

Esta edição da série Praia é Vida se propõe a celebrar a rica história e o potencial econômico da orla de Fortaleza, por meio de conteúdos especiais que apresentam pontos importantes da orla e o impacto positivo que levam à população.

Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.