Postos de saúde abrem neste sábado (30) para vacinação contra sarampo e influenza

"Dia D" da campanha de vacinação visa chegar à meta de vacinados estipulada pelo Ministério da Saúde

Escrito por Redação,

Ceará
vacina contra a Influenza
Legenda: Campanha deve seguir para próxima fase já na segunda-feira (2)
Foto: Tânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil

Todos os postos de saúde do Ceará estarão abertos neste sábado (30) para aplicação das vacinas contra influenza e sarampo no "Dia D" da campanha, que visa intensificar a mobilização para garantir a imunidade dos cearenses.

>> Veja endereço dos postos de saúde de Fortaleza

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), o grupo alvo para receber a dose contra influenza é composto por profissionais da Saúde e pessoas com idade a partir de 60 anos, além de crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos

Para o sarampo, a campanha é destinada a profissionais da Saúde e crianças da mesma faixa etária aptas a receber a dose contra a influenza. Elas tiveram a vacinação antecipada por conta dos riscos da volta da circulação do sarampo ao Brasil.

Ainda conforme informações divulgadas pela Sesa, a vacina contra a influenza deste ano, produzida pelo Instituto Butantan, é composta pelos vírus H1N1, H3N2, do subtipo Darwin, e a cepa B.

A meta, proposta pelo Ministério da Saúde, é vacinar 90% dos públicos prioritários para influenza e de 95% das crianças contra o sarampo.

Outros grupos

Apesar de o "Dia D" ser neste sábado, a  2ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza e o Sarampo tem início na segunda-feira (2) e segue até o dia 3 de junho.

Nesta fase, são prioritários grupos de:

  • gestantes
  • puérperas
  • pessoas com comorbidades e deficiências permanentes
  • povos indígenas
  • professores
  • caminhoneiros
  • trabalhadores do transporte coletivo
  • profissionais portuários
  • membros das Forças de Segurança e Salvamento e das Forças Armadas
  • funcionários do Sistema de Privação de Liberdade
  • população privada de liberdade
  • jovens de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas