Filhote de tubarão-lixa que apareceu na orla de Fortaleza é resgatado e levado para ONG; veja vídeo

Pesquisadores suspeitam que o animal, que apareceu na praia do Náutico, esteja com problemas de saúde

Escrito por Redação,

Ceará
Tubarão resgatado
Legenda: A espécie do tubarão resgatado é inofensiva e se alimenta essencialmente de crustáceos
Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Um filhote de tubarão-lixa, flagrado na praia do Náutico, em Fortaleza, foi resgatado por biólogos, com a suspeita de problemas de saúde. Nesta sexta-feira (29), o animal foi levado à ONG Aquasis, localizada em Caucaia. 

O tubarão foi visto pela primeira vez na manhã da última quinta-feira (28). Depois de reaparecer na manhã desta sexta, encalhado, o professor do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) da Universidade Federal do Ceará (UFC), Vicente Vieira Faria, apontou que o animal, talvez, esteja debilitado. "Está muito magro", observou.

Em entrevista à TV Verdes Mares, o professor detalhou que, em contato com a Guarda Municipal, a Aquasis e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o tubarão, que é fêmea, foi levado para reabilitação. "A expectativa é conseguir tratá-lo para devolver ao meio ambiente", disse. 

Como o animal está repetidamente encalhando, nós estamos considerando a situação de que esse animal está debilitado, por algum motivo
Vicente Vieira Faria
Professor do Labomar

Tubarão não é agressivo

A espécie que apareceu na orla de Fortaleza é inofensiva e se alimenta essencialmente de crustáceos

Devido à orientação de não entrar em contato direto com o animal, policiais do Batalhão de Meio Ambiente ficaram no local nesta sexta para orientar os frequentadores a não se aproximarem. 

O professor Vicente Vieira Faria também já havia explicado que o animal não ataca humanos a menos que seja incomodado.

"Ele não vai fazer nada a ninguém que não mexer com ele. É um animal pequeno e está seguro aqui perto das rochas, longe de predadores maiores", disse em entrevista à TV Verdes Mares