Colação de Grau da Universidade de Fortaleza é marcada pela emoção da volta à celebração presencial

Cerca de 1.200 concludentes de graduação, mestrado e doutorado do semestre 2022.1 colaram grau na noite desta sexta-feira

Escrito por Redação,

Ceará
Colação da Unifor
Legenda: Reitora Fátima Veras destacou o simbolismo do momento
Foto: Ares Soares/Unifor

A praça central do campus da Universidade de Fortaleza, instituição de ensino da Fundação Edson Queiroz, foi novamente palco da cerimônia que reuniu alunos, familiares, amigos e docentes dos concludentes. O retorno do evento presencial foi comemorado pelos participantes, que tiveram a oportunidade de festejar a conquista do diploma após enfrentarem o desafio de concluir o curso em meio à pandemia de Covid-19. O evento foi marcado ainda por apresentação dos grupos de arte da Unifor.

O simbolismo do momento foi destacado pela reitora Fátima Veras. A última cerimônia presencial desse tipo na Universidade havia sido realizada em janeiro de 2020.

"É a primeira Colação de Grau presencial da Universidade de Fortaleza, instituição de ensino da Fundação Edson Queiroz, após a vivência da pandemia da Covid-19. Nos últimos dois anos, tivemos de nos resguardar, superar desafios e ressignificar a vida, principalmente a vida em sociedade. Podemos até dizer que revisitamos as nossas relações, os nossos valores e, mais do que nunca, buscamos a felicidade”.
Fátima Veras
Reitora

O aprendizado alcançado e as habilidades desenvolvidas pelos cerca de 1.200 concludentes de graduação, mestrado e doutorado na Universidade de Fortaleza também foram ressaltados pela reitora Fátima Veras.

“Ter ultrapassado tudo isso nos convida a pensar mais coletivamente, sempre pautados por princípios éticos. Cada um de vocês, com o aprendizado técnico e humano em seu campo de atuação, está também apto a construir uma sociedade cada vez mais saudável. Vocês são e serão sempre protagonistas preparados para lidar com as incertezas e as complexidades”, declarou.

Colação de grau da Unifor
Legenda: Última cerimônia presencial desse tipo na Universidade de Fortaleza havia sido realizada em janeiro de 2020.
Foto: Ares Soares/Unifor

Trajetórias de alunos e professores

Os discentes e os docentes da Universidade foram, respectivamente, representados na cerimônia pelo concludente de Engenharia de Produção, Romário Nogueira Monteiro, e pela professora do Centro de Ciências Jurídicas, Amélia Soares.

A trajetória de superação dos egressos da Universidade de Fortaleza foi ressaltada pelo engenheiro recém-graduado que falou em nome dos demais concludentes. No discurso, Romário citou a frase “Dificuldades preparam pessoas comuns para destinos extraordinários” do filme “As crônicas de Nárnia: A viagem do Peregrino”, do livro homônimo do escritor britânico C.S.Lewis.

“Quando nos envolvemos com uma história, seja ela um ótimo livro, filme ou documentário, aprendemos mais sobre quem somos, sobre quem queremos ser, quem não queremos ser, e assim as histórias nos transformam", destacou Romário.

"Conforme nos aventuramos com o herói de qualquer história, nos damos conta de que nós também somos os protagonistas de nossas vidas. Mas para enfrentar muitos dos nossos obstáculos, precisamos da companhia e do apoio de nossos mentores, que nos dão força, conselhos, e luz para essa estrada”.
Romário Nogueira Monteiro
Concludente de Engenharia de Produção

Colação de grau da Unifor
Legenda: O retorno do evento presencial foi comemorado pelos estudantes participantes
Foto: Ares Soares/Unifor

O concludente lembrou ainda que, durante toda a trajetória na Unifor, os professores transmitiram ensinamentos, não só didáticos, mas também da vida cotidiana, que se tornam bases para prosperar nos caminhos que seguirão.

Durante a cerimônia, a professora do curso de Direito lembrou que a colação de grau da Universidade de Fortaleza acontece, há quase 50 anos, porque o fundador da universidade, Edson Queiroz (1925-1982), “com muita coragem – aquela força que vem do coração – enxergou que ou respeitamos e priorizamos a Ciência ou jamais alcançaremos o verdadeiro desenvolvimento”.

A docente destacou ainda a alegria de estar na cerimônia, que representa um ritual de passagem. Para a professora Amélia Soares, os egressos da Universidade de Fortaleza carregam não apenas um diploma, “mas, acima de tudo, humanidade, esta condição que se valoriza em qualquer câmbio do mundo”.

Colação da Unifor
Legenda: Cerca de 1.200 estudantes comemoraram a graduação, mestrado e doutorado na Universidade de Fortaleza
Foto: Ares Soares/Unifor

Destaque internacional

A Universidade de Fortaleza é considerada a melhor instituição de ensino superior particular do Brasil por um dos mais conceituados rankings educacionais do mundo, o britânico Times Higher Education (THE). Na edição de 2022, o ranking analisou mais de 1.600 universidades de 99 países.

A avaliação levou em conta 13 indicadores, agrupados em cinco categorias: ensino, inovação, internacionalização, pesquisa (volume, investimento e reputação) e citações (influência da pesquisa). Das instituições brasileiras presentes no ranking, só a Universidade de Fortaleza subiu de posição, após ser bem avaliada em todos os critérios da pesquisa.

Assuntos Relacionados