Nostalgia e emoção dão o tom ao show de Sandy e Junior, em Fortaleza

Apresentação da turnê "Nossa História", no Centro de Eventos do Ceará, leva fãs ao delírio com os sucessos que marcaram a carreira da dupla

Legenda: Sandy e Júnior durante show em Fortaleza
Foto: Foto: JL Rosa

Os primeiros minutos da apresentação de Sandy e Junior em Fortaleza foram marcados pela nostalgia e emoção dos fãs. O show da turnê "Nossa Históra", acontece no Centro de Eventos do Ceará, nesta sexta-feira (19). Desde a primeira música "Não dá pra não pensar" que abriu o show, o público não parou de cantar um minuto sequer. Mesmo quando por um problema no sistema de som, o show foi interrompido por cinco minutos.

Bem antes da dupla entrar no palco, o público já fazia filas do lado de fora. Às 18 horas, quando os portões foram abertos, a multidão se aflomerou diante do palco e começou a cantar os sucessos de Sandy e Júnior. 

Nos bastores, próximo à mesa de som, Noely, mãe dos artistas, Lucas Lima, esposo de Sandy e Mônica Benini, mulher de Junior, acompanhavam a apresentação.

Quando faltavam poucos minutos para o começo show, o sitema de som tocou a música Torn, de Natália Imbruglia, o público cearense acompanhou com a versão "Blá, blá, blá", de Aviões do Forró.

Legenda: Sandy e Junior em Fortaleza
Foto: Foto: JL Rosa

Ao subir no palco, Sandy e Junior agradeceram a presença e o carinho dos fãs cearenses."Essa turnê é tão especial pra gente. Comemorando os 30 anos do início de nossa carreira. Esse show só acontece por causa de vocês", disse Sandy, levando os fãs ao delírio.

Fortaleza é a terceira cidade a receber o show da turnê "Nossa História", que relembra os 17 anos de carreira da dupla. 

Som paralisa e público canta à capela 

Um problema no sistema de som paralisou o show por cerca de cinco minutos, mas nem isso diminuiu a empolgação do público. Enquanto a equipe técnica realizava os reparos, os fãs cantaram, à capela, sucessos como "Evidênias" e "Maria Chiquinha". Sandy e Junior, sentados no palco acompanharam emocionados a manifestação do público cearense.

Fora do set list, a música ''Maria Chiquinha', cantada pelo público durante a paralisação do show motivada pelo problema no som, serviu de oportunidade para Junior fazer um breve comentário sobre a canção, que já foi motivo de discussões sobre machismo. "Isso aí não é mais aceitável. Deixem a Maria Chiquinha em paz! Ela pode fazer o que quiser no mato", firmou o cantor, arrancando aplausos da plateia.

Entre os sucessos que encantaram os fãs destacaram-se as músicas "As Quatro Estações", "Olha O Que O Amor Me Faz", "Eu Acho Que Pirei" e  "Imortal". Para encerrar a noite com chave de ouro, a dupla literalmente tirou todo mundo do chão com o sucesso "Vamô Pulá". Sandy e Junior seguem para mais nove shows em cidades como São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Manaus.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Diário do Nordeste (@diariodonordeste) em