De rituais a terapia: como os cristais podem ser utilizados para atrair boas energias

As propriedades energéticas variam de acordo com o tipo de cada cristal, os quais podem ser utilizados desde para harmonizar um ambiente até em brincos e colares

Esta é uma imagem de um altar de cristais
Legenda: As propriedades dos cristais energéticos variam de acordo com o tipo e a origem delas
Foto: Beatriz Guedes

Produzidos pela natureza há milhares de anos, os cristais têm sido resgatados na modernidade em rituais de autocuidado, proteção e até em processos terapêuticos. Eles são de muitos tipos e devem ser utilizados de acordo com as vibrações que se deseja atrair para si.  São armazenadores e catalisadores de energia, capazes de atuar na saúde e no bem-estar daqueles que são adeptos, conforme especialistas. 

As propriedades dessas pedras energéticas variam de acordo com o tipo e a origem delas, explica a cristaloterapeuta Fabíola de Paula. Os cristais verdes, por exemplo, possuem poder de cura, enquanto as pedras mais escuras absorvem todo o tipo de energia, sendo recomendado pela especialista a serem utilizadas na sala de estar.

Para usufruir da energia que cada cristal carrega consigo, essas pedras podem ser utilizadas de duas formas: ativa e passiva, esclarece a cristaloterapeuta. Este último é o mais frequente. O uso passivo ocorre quando os cristais estão em algum local da casa, como em cima de um móvel ou em um altar, ou sendo transportados cotidianamente na bolsa, em um brinco ou colar, por exemplo. Nesse caso, essas pedras estão atuando sozinhas na manutenção do equilíbrio energético do ambiente ou da pessoa.

Já o uso ativo acontece quando os cristais são utilizados em meditações, programações conscientes, terapias e rituais

O emprego ativo de cristais em rituais de autocuidado, prática de magia, meditação e banhos de cura está presente na vida da consultora de moda e designer Beatriz Guedes desde 2016. Com uma coleção com cerca de 120 cristais, ela conta que o uso de pedras energéticas melhorou a sua saúde física e mental, além de transformar a energia dos espaços onde ela mora e trabalha. 

“Através do uso de cristais no meu cotidiano, aprendi a me conectar mais com a natureza, com os quatro elementos, principalmente o elemento Terra. Aprendi a canalizar a energia dos mesmos em meu favor, melhorando a saúde física e mental, transformando a energia dos espaços onde moro e trabalho, melhorando as relações com as pessoas e muito mais”, relata
.

Energização dos cristais

Esta é uma imagem de cristais
Legenda: Os cristais podem ser energizados em noites de Lua Cheia
Foto: Beatriz Guedes

Antes de utilizar essas pedras, seja no uso ativo ou passivo, é necessário limpá-las e energizá-las, afirma Fabíola de Paula. “Os cristais de quartzo e as outras pedras armazenam vibrações. Essas vibrações tanto podem ser originadas do ambiente físico como de pessoas, sentimentos, emoções, pensamentos, contato físico etc. Essas vibrações podem vir a afetar as pessoas que vierem a ter contato com eles. Por isso, é importante que, ao adquirirmos um cristal, antes de usá-lo procedamos à sua limpeza”, explica.

A cristaloterapeuta diz que o modo mais simples de efetuar a limpeza é lavar os cristais com água corrente da torneira e, sem seguida, mergulhá-los em uma solução com água e sal marinho. Depois de um período de 24 horas, o cristal deve ser retirado desse recipiente e lavado novamente com água corrente. Após esse processo, a pedra também pode ser colocada sob a luz do Sol, preferencialmente antes das 10h, por cerca de 30 minutos. 

Outro método de limpeza é a defumação, na qual a pedra pode ser “banhada” com a fumaça de um defumador com ervas ou de um incenso. A limpeza também pode ser feita por meio de outros cristais autolimpantes. São exemplos de pedras com essas propriedades: selenita e turmalina. 

“Existem várias maneiras de se limpar fisicamente e energeticamente os cristais, dependendo das propriedades dos mesmos, pois alguns cristais têm uma composição química que necessitam de cuidados diferenciados, como a turmalina negra, por exemplo, que não deve entrar em contato com água nem sal. Normalmente limpo com água corrente ou com fumaça de sálvia branca. Já a limpeza energética pode variar, mas procuro limpar e carregar os cristais durante a fase em que a Lua está cheia”, conta a designer Beatriz. 

A energização de um cristal em noite de Lua Cheia também é um processo adotado por  Fabíola de Paula. Além dessa técnica, a especialista aconselha deixar as pedras recebendo luz do Sol por algumas horas, debaixo de uma árvore ou próximas de alguma planta. 

Vibração

Esta é uma imagem de cristais
Legenda: A designer Beatriz Guedes possui uma coleção de cerca de 120 cristais
Foto: Beatriz Guedes

O conhecimento das propriedades de cada cristal é fundamental para atrair a vibração certa que deseja, de forma a evitar também a atração de energias que não são benéficas para o organismo, alerta a cristaloterapeuta. 

“Alguns cristais podem mudar a nossa energia. Se a gente trouxer ao corpo, (devemos) evitar usar hematita, as pedras pretas e até mesmo a ametista porque a ametista depois que regulariza a sua energia, ela a transmuta. Se você está com a energia boa, ela vai transmutar, então a gente não usa constantemente essas pedras no corpo. A gente pode transportá-las conosco, pode ter um brinco, um colar, mas assim que ela fizer a sua função, tira do corpo”, aconselha.

Por essa razão, a especialista elencou os principais cristais e suas propriedades. Confira:

Quartzo Branco Transparente

Esta é uma imagem do quartzo branco transparente
Legenda: Quartzo branco transparente pode ser usado para múltiplas funcionalidades

O quartzo branco transparente pode ser usado em qualquer finalidade, explica a especialista. É um cristal cuja forma geométrica permite concentrar e distribuir energia para as pessoas que o manipula. O quartzo branco  também intensifica e dirige energia durante a sua canalização. É considerado o “avô dos cristais” por apresentar registros em civilizações antigas, de acordo com Fabíola de Paula.

Ametista

Esta é uma imagem de uma ametista
Legenda: A ametista tem propriedades de atuação no sistema nervoso, no sistema imunológico e no processo criativo
Foto: Reprodução

A ametista é um cristal que atua no processo criativo, no controle metabólico, na memória e na ansiedade, sendo capaz de purificar o corpo e as vibrações de quem a possui. Esse tipo de pedra age também no sistema imunológico e nervoso, tendo influência, sobretudo, no sexto e sétimo chakras, frontal e coronário, respectivamente. A cristaloterapeuta esclarece ainda que a ametista pode ser encontrada no formato de "bola". Neste caso, ela pode ser usada para renovar as energias estagnadas, regenerando o campo áurico. Para isso, Fabíola recomenda segurar a bola de ametista no plexo solar, isto é acima do umbigo e perto do estômago, ou na altura do terceiro olho - entre as sobrancelhas - deixando que o cristal toque a superfície do corpo.

Quartzo Rosa

Esta é uma imagem de um quartzo rosa
Legenda: Quartzo rosa atua fundamentalmente no campo emocional
Foto: Reprodução

É uma pedra utilizada frequentemente no chakra cardíaco. O quartzo rosa atua no campo emocional, proporcionando paz e harmonia. Ela tem ação no coração, bem como no sistema circulatório, e nos órgãos reprodutores, auxiliando a sintonizar as energias do amor. A especialista alerta, porém, que as pessoas que utilizam esse tipo de cristal precisam estar preparadas para vivenciar emoções que ele irá despertar, as quais precisam ser entendidas no processo de autoconhecimento e amadurecimento espiritual. Assim como a ametista, o quartzo rosa também pode ser encontrado na forma de bola. Ela pode ser utilizada durante massagens na altura do chakra cardíaco para trazer um efeito calmante e dissolver as tensões, angústias e registros emocionais negativos.

Quartzo Verde

Esta é uma imagem de um cristal de quartzo verde
Legenda: Pedras verdes possuem poder de cura
Foto: Reprodução

Por ser uma pedra verde, esse tipo de cristal possui poder de cura, de acordo com a especialista. O quartzo verde atua no equilíbrio físico e emocional, podendo ser utilizado em momentos de desgaste do corpo e das emoções. Ele também pode ajudar a neutralizar sentimentos reprimidos. 

Citrino

Esta é uma imagem de um citrino
Legenda: Cirino ajuda na preservação de energias, evitando uma perda energética acentuada em situações desgastantes
Foto: Reprodução

O cristal citrino estimula a prática de atividades físicas, aumenta a disposição, auxilia na digestão e atua na autoconfiança. É uma pedra que instiga a tomada de decisões e o desenvolvimento do otimismo. O citrino tem capacidade de preservar energias, evitando perdas energéticas em situações desgastantes.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?