Óleo de girassol: veja benefícios para pele e cabelo

Produto tem ação cicatrizante no couro cabeludo e de aumento na atividade imunológica

Escrito por Felipe Mesquita, felipe.mesquita@svm.com.br

Ser Saúde
óleo de girassol
Legenda: Óleo é extraído da planta pertencente à família Compositae
Foto: Shutterstock

Extraído a partir da prensagem das sementes da flor, o óleo de girassol (Helianthus annuus) contém em sua composição ácidos graxos essenciais, o que confere à pele e ao cabelo viço e hidratação. 

A professora universitária de Estética e Cosmética, Juliana Cintra Paz*, explica que o uso regular e orientado por um profissional permite a renovação celular, a melhora da elasticidade da pele e a prevenção do envelhecimento precoce.

O que é o óleo de girassol?

É um óleo extraído da planta pertencente à família Compositae, nativa da América do Norte. A extração é proveniente de suas sementes.  Seu grande destaque se deve a sua composição química e nutricional, destacando o ácido linoleico como constituinte principal.

Qual a diferença do óleo de girassol usado na cozinha e o indicado para a pele?

É usado na alimentação por possuir alto valor nutricional capaz de prevenir doenças cardiovasculares e controle do colesterol sanguíneo.

Já na cosmetologia, os ácidos linoleico e oleico dão a ele ação antioxidante, proveniente da vitamina E. O óleo ajuda a melhorar a atividade celular no processo de cicatrização de feridas e age como preventivo de lesões na pele em idosos e pacientes acamados.

benefícios do óleo de girassol
Legenda: Produto contém ácidos graxos essenciais
Foto: Shutterstock

Quais os benefícios do óleo de girassol?

  • Proporciona renovação celular;
  • Aumenta a atividade imunológica;
  • Promove melhora da elasticidade;
  • Previne envelhecimento precoce;
  • Possui ação cicatrizante rápida e uniforme;
  • Hidratação intensa, uniforme e duradoura.

Óleo de girassol clareia manchas escuras?

Embora não possua "estudos relevantes" sobre a atuação do óleo de girassol no clareamento de manchas, Juliana pondera que o produto ajuda a melhorar o aspecto da intensidade da pele por conta de sua ação antioxidante.

"Funciona como barreira de danos a nível celular dos Raios UVA e UVB assim como do seu potencial bioidêntico a pele facilitando a permeação de sua composição no tecido cutâneo favorecendo a organização das células da pele amenizando a intensidade da hipercromia", explica.

óleo de girassol nos cabelos
Legenda: Óleo de girassol possui ação cicatrizante rápida e uniforme
Foto: Shutterstock

Como usar óleo de girassol no cabelo?

A efetividade da absorção é garantida quando o óleo de girassol é aplicado diretamente no couro cabeludo, pois a pele é a parte viva do tecido que nutre o fio capilar. 

Conforme Juliana Cintra Paz, a ação cicatrizante e calmante do produto ajuda nas patologias do couro cabeludo que causam lesões e irritações, como a dermatite Seborreica, psoríase e caspa.

A associação com óleos essenciais é uma terapêutica muito utilizada por profissionais da tricologia, ciência que estuda alternativas de tratamento para pelos e cabelos. 

Especialista 

Juliana Cintra Paz é fisioterapeuta e especialista em fisioterapia dermatofuncional. Mestre em Ciências Fisiológicas, também é docente do curso de Estética e Cosmética do Centro Universitário Unifametro.