Em discurso de posse, Izolda ressalta papel como primeira governadora e focos de sua gestão; confira

Oficializada como governadora do Ceará, a pedetista fez seu primeiro discurso no Plenário da Assembleia Legislativa

Izolda Cela discurso
Legenda: Izolda Cela tomou posse em cerimônia na AL-CE
Foto: Thiago Gadelha

A agora oficializada governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT) fez seu primeiro discurso no cargo, neste sábado (2), durante cerimônia de posse na Assembleia Legislativa do Estado (AL-CE). Izolda ressaltou a representatividade de ser a primeira governadora do Ceará e reforçou compromissos de sua gestão, seguindo os princípios que herda da gestão do ex-governador Camilo Santana (PT).

"A primeira palavra é de agradecimento, gratidão ao Poder Legislativo estadual, pelo inarredável compromisso com aquilo que deve nortear a politica e seus agentes, as mais genuínas e republicanas causas projetos e ações direcionadas às necessidades da população, ao crescimento econômico e desenvolvimento sustentável, a elevação do perfil educacional e cultural da população, a redução da deigualdade e da justiça social", pontuou Izolda.

A governadora falou ainda sobre o momento histório em que, pela primeira vez, uma mulher passa a ocupar a chefia do Executivo estadual no Ceará.

"Sou a primeira mulher a ocupar esse honroso lugar. Por óbvio, isso fala por si sobre o desafio histórico da mulher na ocupação de espaços sociais de liderança e, especialmente, na política. Não tenham dúvidas de que me sinto convocada, junto com todas e todas, para superar os desafios que afetam tão duramente a vida da mulher apenas por ser mulher", afirmou.

Izolda Cela também foi a primeira vice-governadora eleita no Ceará - a chapa formada junto com Camilo Santana (PT) venceu as eleições em 2014 e 2018. Ela já havia assumido o governo estadual de forma interina, durante a ausência de Camilo. 

Agradecimento a Camilo

Izolda Cela aproveitou o discurso para agradecer a parceria com o agora ex-governador Camilo Santana - que teve a carta de renúncia lida durante a solenidade na Assembleia Legislativa. 

"Quero agradecer ao querido governador pelo líder exemplar em um cenáro nacional turbulento, carente de lideranças e alheio às necessidades do povo brasileiro, temos no Ceará um exemplo de homem integro, de notável espírito público que se dedicou a sua competência e força de trabalho para honrar a confiança do povo cearense", afirmou.  

A governadora prometeu ainda dar continuidade aos projetos e ações desenvolvidas pelo Governo. "Sigo firme no compromisso que move a nossa gestão até o dia 31 de dezembro de 2022", disse. 

Primeira mulher governadora

Nascida e crescida em Sobral, na Região Norte do Ceará, Izolda Cela é a primeira mulher a efetivamente governar o Ceará. Eleita vice-governadora, ela assume o cargo por conta da renúncia de Camilo Santana (PT) ao cargo de governador para se viabilizar como possível candidato ao Senado em 2022.

Secretária de Educação do governo de Cid Gomes nos dois mandatos, Izolda concorreu pela primeira vez a um mandato eletivo em 2014, quando foi eleita vice-governadora junto de Camilo Santana - chapa que foi reeleita em 2018.

Carta de renúncia

Na sessão extraordidária da Assembleia Legislativa do Ceará, iniciada às 16h15, para a leitura da carta de renúncia do agora ex-governador Camilo Santana. O texto foi lido pelo primeiro secretário da Casa, deputado Antônio Granja (PDT). 

Com o plenário lotado, a solenidade conta com a presença de deputados estaduais e federais, além de lideranças partidárias, como o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). A presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, segunda na linha de sucessão do Governo do Estado, também está presente assim como o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT).  

O presidente da Casa, Evandro Leitão (PDT), aproveitou para elogiar a gestão de Camilo Santana. 

"Fica o agradecimento para aquele que foi, sem dúvidas, um dos melhores governadores que o Estado já teve. Pelo esforço, pela dedicação, pelo talento, enfrentando momentos dificílimos, momentos desafiantes, mas que com serenidade, com muita prudência, com muito equilíbrio, conseguiu superar", ressaltou.