Ao lado de aliado de Capitão Wagner, Cid reforça desejo por candidatura de Camilo ao Senado

Governador e o senador pedetista participaram de assinatura de ordem de serviço ao lado do prefeito de Caucaia, Vitor Valim

Camilo com Cid e Vitor Valim
Legenda: Camilo Santana estava acompanhado do senador Cid Gomes, do prefeito Vitor Valim, do presidente da Assembleia, Evandro Leitão, e do secretário da Casa Civil, Chagas Vieira
Foto: Reprodução

O senador Cid Gomes (PDT) reforçou o desejo de uma candidatura do governador Camilo Santana (PT) ao Senado Federal em 2022. A declaração foi feita durante assinatura de ordem de serviço para obras de proteção e restauração costeira do litoral de Caucaia, ao lado do prefeito do município e opositor ao petista, Vitor Valim (Pros).

Apoiado até por prefeitos de oposição, Camilo tem cenário de favoritismo na disputa ao Senado

"O Camilo é governador até o fim do ano que vem, mas se for pela minha vontade, ele se afasta um pouco antes para representar o povo cearense lá em Brasília. Mas isso é outro assunto"
Cid Gomes (PDT)
Senador

A declaração do senador foi seguida de aplausos entusiásticos, inclusive do próprio Valim. Apesar de ser dada como certa por aliados do governador - e apoiada pelo ex-presidente Lula -, Camilo tem desconversado a respeito de uma candidatura ao Senado. 

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (21), o petista disse que a candidatura dele em 2022 ainda não está confirmada. "Não tem nada garantido, tudo será discutido", disse.  

Parte do grupo político do deputado federal Capitão Wagner (Pros), pré-candidato ao Palácio da Abolição, Valim também recebeu elogios tanto do governador como de Cid Gomes.

O colunista Inácio Aguiar reforçou, no último domingo (17), que Valim tem estado cada vez mais perto do Palácio Abolição. A proximidade tem se dado através, justamente, de parcerias administrativas. Nos bastidores, fontes que acompanham o processo de perto dizem que a chance de parceria na próxima eleição é grande.