Valor do seguro-desemprego tem reajuste e parcela máxima chega a R$ 1,9 mil

Menor salário a ser pago pelo benefício é de R$ 1.100 (salário mínimo em vigor)

Foto: Tuno Vieira

O valor máximo da parcela do seguro-desemprego aumentou, passando de R$ 1.813,03 para R$ 1.911,84, após reajuste de 5,45% do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Houve um acréscimo de R$ 98,81.

O salário é pago aos trabalhadores com remuneração média acima de R$ 2.811,60. O menor salário a ser pago pelo benefício é de R$ 1.100 (salário mínimo em vigor).

O reajuste vale para os valores de seguro-desemprego já liberados e aqueles que serão requeridos. Quem já tiver recebendo o benefício terá suas próximas parcelas corrigidas.

O seguro é oferecido por um período determinado. O trabalhador pode receber de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

O trabalhador pode solicitar o benefício pelo site do Governo Federal e realizar um cadastro. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios