Saiba como montar sua casa inteligente sem riscos

É preciso ficar atento para brechas de segurança que, geralmente, existem quando se criam redes internas e se conectam tantos produtos "smarts" ao mesmo tempo. Senhas mais fortes podem ajudar

O segmento de Internet das Coisas - IoT (Internet of Things, em inglês) deve movimentar US$ 745 bilhões no mundo em 2019, com potencial para ultrapassar US$ 1 trilhão em 2022, segundo dados da IDC, empresa de inteligência de mercado e consultoria das indústrias de tecnologia e telecomunicações. Mas a questão aqui é como montar sua casa inteligente? Há produtos já disponíveis para que você faça isso hoje na sua casa.

>>>Especialista em automação residencial fala sobre casas inteligentes no Brasil

No mercado, há diversos produtos como fechaduras, câmeras de segurança, alarmes de presença e de aberturas de portas e até armários. Tudo configurado para funcionar mesmo a distância. Produtos que podem te possibilitar viajar e deixar lâmpadas programadas para acender apenas durante uma parte da noite, simulando a presença de pessoas no lar e reduzindo as chances de visitas inesperadas. Através de uma configuração básica é possível configurar estes dispositivos e até outros mais. Mas, e o preço?

Há de todos os valores. No Mercado Livre é possível encontrar diversos produtos para esta linha de casa inteligente. No eBay também não é complicado procurá-los e comprá-los. Porém, resta aquela dúvida sobre suporte para a instalação e pequenas dúvidas. Por mais que existam manuais no YouTube em grande quantidade há pessoas que preferem mais comodidade. Alguns contratam serviços de terceiros para automatizarem suas casas. E há outros que preferem cortar este custo e comprarem e montarem sozinhos os dispositivos.

Entre as empresas brasileiras que estão apostando neste ramo está a Positivo Tecnologia. A empresa garante que seus produtos, que custam entre R$ 99 e R$ 499, são muito fáceis de instalar. Após ligá-los, basta baixar o aplicativo da Positivo Casa Inteligente, disponível para Android e iOS. Em seguida, o usuário deve criar um perfil e então conectar os dispositivos à rede Wi-Fi. No aplicativo Positivo Casa Inteligente é possível visualizar, ao vivo, as imagens captadas pelas câmeras, receber alertas de movimentações ocorridas nos ambientes monitorados, disparar alarmes, programar o horário de funcionamento de eletrodomésticos, alterar a cor e intensidade de luz das smart lâmpadas, além de outras funções.

O comando dos produtos também ocorre com interação de voz a partir de celulares ou smartspeakers, devido à compatibilidade com o Google Assistente, plataforma virtual para realização de tarefas e controle de aparelhos conectados. "Com o Google Assistente, os brasileiros podem tornar o seu dia a dia mais fácil. Basta dizer 'OK Google' e o comando que quiser, como acender a luz. As soluções da Positivo chegam para tornar essa experiência ainda mais completa e acessível", afirma Alessandro Germano, diretor de Desenvolvimento de Negócios para América Latina do Google Assistente.

Kits

A empresa criou kits específicos que pretendem atender a demandas de cada tipo de público. O Kit Casa Segura (R$ 499) é uma solução de alarme com alerta de atividade pelo aplicativo e monitoramento online dos sensores. A Smart Câmera 360° Wi-Fi (R$ 399), por exemplo, cobre ambientes inteiros em rotação nos dois eixos, além de seguir movimentos. Permite ainda visualização de imagens até no escuro, tem áudio bidirecional e zoom digital de 8x. O Smart Plug Wi-Fi (R$ 129) é bivolt e suporta corrente elétrica máxima de 10A. Além de ligar ou desligar remotamente os eletrodomésticos, o Smart Plug monitora o consumo de energia dos aparelhos.

O Smart Controle Universal (R$ 149) é uma solução que possibilita concentrar os diversos controles remotos e comandar todos os equipamentos infravermelhos do mesmo ambiente, seja por voz ou aplicativo. Outro produto é a Smart Lâmpada Wi-Fi (R$ 99), que além de 16 milhões de tonalidades de cores, tem controle de intensidade Há ainda dois outros kits, o Casa Conectada (R$ 349) e o Casa Eficiente (R$ 449).

Segurança

Mas e a segurança? Thiago Marques, analista de segurança da Kaspersky, afirmou que o grande problema da automação residencial está em sua concepção. "Normalmente, as soluções são desenvolvidas visando à usabilidade do usuário e as funções de segurança são adicionadas ao final do processo, o que resulta em um baixo nível de proteção. Vemos este problema na prática quando roteadores e câmeras de vigilância são hackeados simplesmente porque o login de acesso do centro de comando permanece com as informações de fábrica. Ou seja, o criminoso só precisa acessar o manual do usuário pela internet para acessar remotamente esses equipamentos", afirmou. Ainda de acordo com Marques, por esse motivo, é importante, desde o início, considerar os riscos envolvidos ao tornar parte da sua casa mais inteligente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados