Retomada: restaurantes de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste são liberados com 50% da capacidade

Cadeias da indústria e do comércio passam a ter 100% da mão de obra autorizada a voltar ao trabalho com o avanço dessas regiões na fase 3

Legenda: Restaurantes de três regiões do Estado voltam a funcionar na segunda-feira, com 50% da capacidade
Foto: Helene Santos

Os restaurantes das macrorregiões de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe estarão liberados, a partir de segunda-feira (17), a funcionar com 50% da capacidade. As três regiões avançam para a Fase 3 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (14) pelo governador Camilo Santana, nas redes sociais.  

 

Além disso, as cadeias da indústria e do comércio terão 100% da mão de obra autorizada a voltar ao trabalho nessas três regiões cearenses. Ainda segundo o plano de retomada, as celebrações religiosas poderão ocorrer com limitação de 50% da capacidade. 

O governador também ressaltou que Fortaleza e os municípios da Macrorregião de Fortaleza seguem na Fase 4 e que a Macrorregião do Cariri vai para a Fase 2 do plano. 

Nas cidades que avançam na próxima segunda para a fase 3, os restaurantes poderão ampliar a mão de obra de 40% a 50%, mas ainda não é prevista a operação noturna desses estabelecimentos, nem de barracas de praia, caso sejam repetidas as mesmas regras para a etapa quando foi cumprida em Fortaleza.

Na Capital, as barracas foram liberadas na segunda semana da fase 3 e o funcionamento à noite dos restaurantes, na primeira da fase 4. 

"Sobre os setores ainda não autorizados a funcionar, informamos que nossas equipes continuam avaliando indicadores, cenários e protocolos para a tomada de decisões, como temos feito desde o início da pandemia. Sempre com critério, responsabilidade e colocando a vida em primeiro lugar. Não esqueçamos que a pandemia continua, é grave e depende de todos nós que não haja repique de casos. Evite aglomerações e use sempre máscara", informou o governador.

Escolas, universidades, bares, eventos, shows e cinemas seguem sem prazo para a retomada. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?