Petrobras anuncia aumento do preço do gás natural em 39% a partir de maio

O valor de venda às distribuidoras varia conforme a cotação do petróleo e a taxa de câmbio, segundo a estatal

foto
Legenda: Petrobrás anuncia aumento no preço de venda do gás natural para as distribuidoras
Foto: Reprodução/Agência Petrobras

A Petrobras anunciou o aumento do preço de venda do gás natural para as distribuidoras a partir de 1° de maio. O aumento do valor em R$/m³ será de 39%, com relação ao preço do último trimestre. 

De acordo com comunicado enviado pela empresa nesta segunda-feira (5), a variação segue a cotação do petróleo e a taxa de câmbio, a partir da aplicação das fórmulas dos contratos de fornecimento.

A atualização dos preços dos contratos de gás natural ocorre a cada trimestre. Para os meses de maio, junho e julho, a referência são os preços dos meses de janeiro, fevereiro e março.

"Durante esse período, o petróleo teve alta de 38%, seguindo a tendência de alta das commodities globais. Além disso, os preços domésticos das commodities tiveram alta devido à desvalorização do real", disse a Petrobras. 

Para o preço medido em dólares por metro cúbico, o aumento é de 32%. Em 2020, os preços de venda do gás natural às distribuidoras tiveram redução acumulada de 35%, conforme a empresa. 

"A Petrobras esclarece que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelas margens das distribuidoras (e, no caso do GNV, dos postos de revenda) e pelos tributos federais e estaduais", ressaltou a estatal. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios