Pesquisa mostra alta de 38% nos preços dos supermercados em Fortaleza; mamão tem maior variação

Quilo do mamão é o que registrou maior aumento na Capital

mamao
Legenda: O mamão variou de R$ 0,98 a R$ 3,99
Foto: Natinho Rodrigues

O conjunto dos 61 itens considerados essenciais na cesta de consumo das famílias pode ser até 38% mais caro entre supermercados de diferentes regiões de Fortaleza. A conclusão é de pesquisa do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon).

Separadamente, os produtos têm variação ainda maior. A exemplo do quilo do mamão (307,14%) e do alho (209,36%). 

Os dados foram coletados nos últimos dias 4 e 5 de fevereiro. A análise de preços é dividida por itens de alimentação, carnes e aves, padaria, refrigerantes, frutas e verduras, higiene pessoal, limpeza doméstica e ainda cuidados e higiene infantil. Os preços são checados presencialmente.

A soma das mercadorias em empresas da Regional 12, onde estão os bairros: Centro, Moura Brasil e Praia de Iracema, chega a R$ 653,93. Na outra ponta, estabelecimentos da Regional 4 possuem a menor cifra (R$ 472,24). É a primeira vez que a pesquisa considera a nova divisão territorial de Fortaleza.

Neste recorte geográfico, entram os bairros: Aeroporto, Benfica, Bom Futuro, Couto Fernandes, Damas, Dendê, Demócrito Rocha, Fátima, Itaoca, Itaperi, Jardim América, José Bonifácio, Montese, Pan Americano, Parangaba, Parreão, Serrinha, Vila Peri e Vila União.

Nestes locais, o mamão variou de R$ 0,98 a R$ 3,99. Já o alho de R$ 13,90 a R$43. A cenoura foi outro item alimentar que sofre mais elevações, passando de R$ 2,99 para R$ 6,99, aumentando 133,63%. 

Dentre os produtos de higiene e limpeza com maiores variações, está o pacote de papel higiênico, que pode subir de R$ 2,29 para R$ 5,39, a depender do local, totalizando alta de 135,37%. Na esteira, o amaciante de roupas (2 litros) salta de R$ 4,49 a R$ 10,49, elevando 133,63%.  

Veja os preços do conjunto analisado nas 12 regionais:

Regional Preço médio total
Regional 12 R$ 653,93
Regional 6 R$ 648,88
Regional 9 R$ 625,10
Regional 11 R$ 622,92
Regional 8 R$ 604,37
Regional 1 R$ 602,64
Regional 5 R$ 561,04
Regional 3 R$ 531,23
Regional 2 R$ 526,62
Regional 7 R$ 525,88
Regional 10 R$ 525,41
Regional 4 R$ 472,24

Serviço

Para conferir os preços dos estabelecimentos e a lista de itens, o consumidor pode baixar o aplicativo "Proconomizar", nas plataformas Android e iOS, bem como no portal da Prefeitura de Fortaleza, no campo "defesa do consumidor". 

 Como economizar 

- Verifique as datas de promoções e dias de ofertas;
- Analise os encartes distribuídos como sendo de produtos promocionais e exija os mesmos preços nos caixas. Se houver divergência, o consumidor tem o direito de pagar sempre o menor valor;
- Avalie e faça as contas com as despesas mensais, como mensalidades escolares, impostos parcelados e outros;
- Faça uma lista dos produtos que realmente precisa comprar;
- Evite realizar as compras com fome ou acompanhado de crianças;
- Pesquise preços e verifique a melhor forma de pagamento e descontos nos pagamentos à vista, em dinheiro e no cartão de crédito;
- Confira a data de validade dos produtos;
- Nem sempre o produto com tarja vermelha é o mais barato. Procure a categoria do item exposto como promocional e escolha um produto que seja mais em conta. Certamente, você sairá economizando;
- Na entrada de lojas e supermercados, por exemplo, normalmente são colocados produtos que induzam o consumidor à compra. Portanto, evite-os;
- Alimentos congelados devem ser colocados por último no carrinho para que sua qualidade não seja comprometida.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios