Magazine Luiza compra plataforma de e-commerce KaBuM! por R$ 3,5 bilhões

Aquisição da empresa será paga em três etapas, com a primeira sendo de R$ 1 bilhão à vista

Celular com logo do Magazine Luiza em frente a PC com site do Magalu aberto
Legenda: Magalu comprou outras 21 empresas em um ano e meio
Foto: Shutterstock

A Magazine Luiza (Magalu), anunciou, nesta quinta-feira (15), a compra total do KaBuM!, a maior plataforma de e-commerce de tecnologia e games do País. A aquisição se deu por cerca de R$ 3,5 bilhões. As informações são da revista Exame.

A compra do KaBuM! é a maior realizada pelo Magalu em um ano e meio. Somente nesse período, a companhia comprou 21 empresas, sendo a plataforma recém-adquirida a maior delas.

O CEO da Magalu, Frederico Trajano, afirmou que, com a compra, a empresa se consolidou como uma das líderes do e-commerce formal brasileiro. "Reforçamos nossa atuação em um dos mercados que mais crescem no mundo, o de produtos para geeks e gamers", destacou.

O que é o KaBuM!

Criado em 2003 em Limeira, interior de São Paulo, a plataforma de e-commerce é precursora em esportes eletrônicos (e-Sports) no Brasil, tendo criado a KaBuM! Esportes, uma das maiores equipes de League of Legends nacionais.

A equipe é tetracampeã nacional e primeira a representar o País no campeonato mundial e atua em outras modalidades de e-Sports, como Counter Strike, Free Fire e FIFA.

Com a pandemia de Covid-19 e os hábitos estimulados pela pandemia, as vendas do KaBuM! aumentaram, em 2020, em 128% se comparadas ao ano anterior. A plataforma conta com mais de 2 milhões de clientes ativos e 20 mil itens de tecnologia para profissionais e gamers.

O KaBuM! teve receita bruta de R$ 3,4 bilhões nos últimos 12 meses, com lucro de R$ 312 milhões. “Esse nível de rentabilidade apresentado pelo KaBuM! não é comum em players de e-commerce, o que mostra a eficiência da gestão da companhia”, pontuou o CEO.

Dada a compra da plataforma, o Magalu reforça o pilar estratégico de novas categorias, com sortimento complementar ao atual e enorme potencial de crescimento.

Pagamento da compra

A aquisição da plataforma será paga em três etapas. A primeira parcela, à vista, é de R$ 1 bilhão. Já a segunda parte considera a transferência de 75 milhões de ações ordinárias do Magalu ao longo de um ano e meio.

A terceira e última etapa, de até 50 milhões de ações, ocorrerá em janeiro de 2024, condicionada ao cumprimento de metas do KaBuM!. As estimativas do mercado preveem, ao todo, operação de R$ 3,5 bilhões.

De acordo com o Valor Econômico, o fechamento da operação está sujeito ao cumprimento de condições operacionais, além de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos acionistas da companhia em assembleia geral.

Incorporação à Magalu

A partir de agora, a plataforma será incorporada ao ecossistema do Magalu, operando em cooperação com o Jovem Nerd e o Canaltech, negócios recém-adquiridos que dialogam com o mesmo segmento de clientes. 

Além disso, o KaBuM! passa a contar com benefícios oferecidos pela plataforma do Magazine Luiza, com ofertas de produtos no SuperApp, uso da multicanalidade e do sistema de entregas mais rápido do Brasil. Produtos financeiros, como cartões de crédito e seguros, também são ofertados.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios