Governo prevê concluir plano para retorno de aulas, academias, bares e eventos nesta semana

Essas atividades ainda não foram liberadas para o funcionamento nesta fase 4 do plano de retomada da economia em Fortaleza

Legenda: Os restaurantes podem a partir desta segunda-feira funcionar até às 23h
Foto: Foto: Helene Santos

O Governo do Ceará prevê concluir ainda nesta semana um plano para o retorno das aulas presenciais, das academias, dos bares e dos eventos em Fortaleza. Essas atividades ficaram de fora da fase 4 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais na Capital.

De acordo com o secretário executivo de Planejamento e Orçamento da Secretaria de Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag), Flávio Ataliba, todos esses segmentos devem se reunir a partir desta segunda-feira (20) com o Governo do Estado para traçar uma estratégia de reabertura. Além disso, 95% da economia cearense estará sendo reativada no Estado com o prosseguimento do plano.  

"Nós já conversamos com o pessoal dessas atividades e estamos construindo uma agenda que vai funcionar a partir de segunda para estabelecer uma previsão de retorno e uma possível faseamento. Academia é um setor importante e conversamos com representantes da área e vamos voltar a conversar com este grupo. Academia é colocada como vetor de saúde opcional. Ela vai ajudar na recuperação da saúde das pessoas. A partir de segunda vamos construir a estratégia de retorno desses segmentos", afirmou Ataliba, durante transmissão ao vivo pelas rede sociais neste domingo (19). 

O secretário reforçou que o governo está empenhado em reabir diversos setores, priorizando sempre os protocolos sanitários. "Estamos com 95% da atividade econômica em funcionamento. Falta pouco para termos a situação anterior da pandemia. Então é muito importante que quem está nos ouvindo e assistindo saber que essa retomada precisa ser feita de uma forma muito responsável. Dado o tamanho de Fortaleza, essas decisões sempre passam também pelo prefeito Roberto Cláudio". 

Escolas e universidades
O secretário executivo ressaltou a importância do retorno das aulas presenciais. Ele disse que é um segmento que aglomera muitas pessoas e que há uma preocupação a mais por parte do governo.

"Aqui é um ponto fundamental a questão do retorno das escolas. É um segmento que aglomera muitas pessoas. Temos cerca de 450 mil alunas das escolas públicas mais 350 mil de escolas particulares (em Fortaleza). É um contingente muito grande e tem uma capacidade de erradiação na cidade. É uma preocupação muito grande, e a palavra principal é a precaução. Nesse momento, estamos discutindo para construir de forma conjunta o retorno dessas atividades". 

De acordo com ele, a partir desta segunda-feira, representantes do setor de educação vão se reunir com o governo estadual no intuito de discutir o retorno das aulas presenciais.

"É uma atividade que tem muito fluxo de pessoas. A estratégia é mapearmos todos os segmentos. Estamos trabalhando nisso e é apenas uma discussão inicial. Essa semana talvez a gente já tenha uma estratégia desse segmento. É sempre importante dizer que faremos isso com a máxima responsabilidade", completou.  

Feiras e Areninhas
Mesmo na fase 4 em Fortaleza, as feiras gastronômicas ainda não estão autorizadas a funcionar. "São atividades de grande aglomeração de pessoas, mas estamos avançando. É importante dizer que estamos progredindo. Essa volta precisa ser de muito cuidade e depende do comportamento do cidadão", informou o secretário.

Ele ressaltou ainda que os brinquedos das praças públicas e as Areninhas também não podem reabrir. Entretanto, Ataliba disse que os parque estão liberados para atividades físicas individuais e sem aglomeração. "Os parque públicos estão liberados para esportes individuais, sempre observando evitar aglomerações e o uso de máscara. Não estamos ainda imunes ao vírus". 

Horários
Os horários dos estabelecimentos permitidos a funcionar seguem os mesmos, dependendo da atividade econômica. A única modificação a partir de segunda-feira são os restaurantes que estarão autorizados a reabrirem até às 23h. 

"Nós ainda estamos praticando os horários anteriormente estabelecidos. Construção civil e indústrias de transformação, de 7h às 17h. Serviços de 8h às 20h. Adminsitração pública continua home office de 9h às 18h e comércio de 10h às 16h. A fase 4 complementa o plano estabelecido, entretanto, nós teremos de ter muitos cuidados e uma estratégia muito estabelecida". 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios