Caixa paga auxílio emergencial para 7 milhões de pessoas nesta terça

Os depósitos para este grupo, que tiveram início na última quarta (20), caem nesta terça para os nascidos em novembro e em dezembro

Legenda: As agências da Caixa estão abrindo às 8h para atender aos beneficiários
Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal paga, nesta terça (26), a segunda parcela do auxílio emergencial para 5 milhões de brasileiros com poupança digital do banco.

Os depósitos para este grupo, que tiveram início na última quarta (20), caem nesta terça para os nascidos em novembro e em dezembro. Também recebem a segunda parcela nesta terça 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) final 7. O calendário, para quem faz parte do programa, vai até sexta (29), quando serão pagos os beneficiários de NIS final 0.

A partir de sábado (30), estará liberado o saque em dinheiro para os demais beneficiários, aqueles que se inscreveram pelo aplicativo ou site. Segundo a Caixa, serão 31 milhões de pessoas beneficiadas neste grupo.

Quem recebeu a segunda parcela do auxílio pela conta digital também poderá sacar ou transferir o valor para outras contas a partir do sábado.

O beneficiário deve ficar atento ao calendário. O valor só será liberada no caixa no dia marcado. Até o dia determinado para o saque, o valor poderá ser movimentado apenas pelo aplicativo Caixa Tem, para pagamento de boletos e compras pela internet. Se na data marcada houver saldo na conta, será possível sacar ou transferir para outra conta bancária. Para quem recebeu a primeira parcela do benefício em conta de outro banco, a transferência será automática, segundo a Caixa.

As agências da Caixa estão abrindo às 8h para atender aos beneficiários. O banco afirma que não há necessidade de madrugar, garantindo que todos que chegarem até as 14h serão atendidos no mesmo dia.

Na capital, agências da região central costumam ter menor movimento, porque os bairros têm menos moradores e mais unidades de atendimento do banco.

Para evitar filas, se possível, o beneficiário deve fazer o saque após o fim do calendário. O dinheiro fica disponível por 90 dias, contados a partir da liberação na conta.