Academias ficam de fora da reabertura na segunda (12); setor é pego de surpresa

Decreto publicado no início da noite de hoje estabelece que continua proibido o funcionamento de academias, parques aquáticos, barracas de praia, cinemas, museus e teatros, públicos ou privados

Academia decreto
Legenda: A decisão surpreendeu e revoltou os estabelecimentos, segundo o Sindifit-CE
Foto: Camila Lima

Ao contrário do que esperava o setor, as academias de ginástica permanecem fechadas por pelo menos mais uma semana, até o dia 18 de abril, conforme estabelece decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) na noite deste sábado (10).

A decisão surpreendeu e revoltou os estabelecimentos, já que de acordo com o Sindicato das Empresas de Condicionamento Físico do Estado do Ceará (Sindifit-CE), haviam sido realizadas reuniões ao longo da semana para definição de protocolos.

"Estávamos em diálogo semanal com o grupo técnico do Governo elaborando protocolos, elaborando selo de academia segura, mostrando o quanto estávamos preparados para o retorno na segunda-feira (12)", afirma Juliana Sá, presidente do Sindifit-CE.

Articulação

Ela lamenta que as academias tenham sido colocadas ao lado de cinemas, barracas de praia e parques aquáticos na decisão de manter a interrupção das atividades.

"A gente está sem entender e acreditar em como é que depois de tantos estudos e pesquisas científicas o Governo do Estado nos coloca junto às barracas de praia, parques aquáticos e cinemas", pontua. "Não era esperado. Pelo contrário", afirma Juliana Sá.

A presidente do Sindifit-CE frisa ainda que "as academias são locais de saúde e não de entretenimento". "Nós estamos revoltados!".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios