Ruby Rose denuncia abusos e acidentes no set da série Batwoman

Atriz diz que membros da equipe eram obrigados a continuar trabalhando mesmo feridos após acidentes no set

Escrito por Redação,

Zoeira
A atriz Ruby Rose
Legenda: A atriz Ruby Rose denunciou ter sofrido diversos abusos por executivos do canal CW durante gravações da série Batwoman
Foto: Divulgação CW

A atriz Ruby Rose, que interpretou a personagem Batwoman na série de TV, denunciou em seu Instagram, nesta quarta-feira (20), ter sofrido diversos abusos por executivos do canal CW. As informações são do G1.

A atriz australiana foi anunciada como intérprete de Kate Kane em agosto de 2018, mas anunciou sua saída da produção em maio de 2020. Ela pediu para que os fãs parem de insistir na sua volta à série, explicando as razões.

Entre as situações, a atriz diz ter sofrido "cortes tão perto do rosto que poderia ter ficado cega" durante a gravação de uma cena. Rose alega também ter sido forçada por produtores da série a voltar ao set apenas 10 dias após ter passado por uma cirurgia de emergência na coluna, após sofrer fraturas que poderiam tê-la deixado paraplégica. 

Em outra ocasião, ainda conforme a atriz. ela foi obrigada a cobrir ferimentos que sofreu nas gravações, para gravar um vídeo para a San-Diego Comic Con. A gravação era para justificar sua ausência no evento, ao qual foi proibida de ir.

Fraturas mostradas em exames
Legenda: Ruby Rose exibe fratura na coluna causada por gravações de Batwoman
Foto: Reprodução Instagram

Outros membros feridos

Os abusos também aconteciam com mais membros da equipe, segundo Ruby Rose. Ela disse que dublês e outros profissionais que se feriram nas gravações foram obrigados a continuar trabalhando.

A atriz alega que uma mulher teria ficado tetraplégica e outra pessoa do cast sofreu queimaduras de 3º grau no rosto e no corpo, e forçado a gravar uma cena de sexo em seguida.  

 

Ruby diz que "perdemos dois dublês", mas não deixa claro o que aconteceu com os dois profissionais. Ela também afirma que mulheres da equipe foram assediadas pelo produtor Peter Roth e que ele teria contratado um detetive particular para segui-la.

 

"Eu não voltaria por nenhum dinheiro ou nem mesmo se uma arma fosse apontada na minha cabeça", disse Ruby.

A emissora não se posicionou sobre as acusações até a publicação deste texto.