Luisa Mell acusa ex-marido de ameaças e abusos psicológicos: "momento mais frágil da minha vida"

Apresentadora revelou que vivem um relacionamento "abusivo e violento" com Gilberto Zaborowsky

Escrito por Redação,

Zoeira
Luisa Mell e ex-marido
Legenda: Ativista expôs violência em publicação nas redes sociais
Foto: Reprodução/Instagram

Depois de sofrer violência médica ao ser submetida a cirurgia não autorizada, Luisa Mell expôs no último sábado (8) um novo episódio de agressão na vida pessoal. Dessa vez, a ativista da causa animal acusa de abusos psicológicos e ameaças o ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky. 

Em publicação nas redes sociais, a apresentadora desabafou sobre violência doméstica, relatou ter vivido um relacionamento abusivo e afirmou que irá "lutar" para o caso não ficar impune na Justiça. 

"Infelizmente, violência contra a mulher é uma cultura. Coloca-se o estuprador como vítima, pois 'a mulher provocou', coloca-se o agressor como inocente, pois 'a mulher mereceu apanhar'. E agressão também se faz com palavras, atitudes e manipulações e nem sempre quem está presa em um relacionamento abusivo percebe isso", escreveu.

Luisa Mell afirma ser uma "dessas mulheres" e que cogitou sair de casa e a questionar a sua própria sanidade enquanto vivia com Zaborowsky.

"Muitas vezes, pensava em sair de casa, mas ia ficando. Questionava se não era eu a louca, como ele sempre afirmava quando eu tentava resistir aos abusos, se tudo aquilo realmente acontecia sem conseguir enxergar o relacionamento abusivo que sofria estando dentro dele".

No texto, a ativista também falou da dificuldade de se reconhecer como vítima de um "relacionamento abusivo e violento" por medo de ser incompreendida na Justiça, vergonha de expor a privacidade e não ter para onde ir. 

Ameaças

A apresentadora relatou que recebe ameaças do ex-marido desde o término do casamento e de quando criou "coragem de sair, de denunciar e falar sobre o assunto". Ela o acusa de querer manchar a sua reputação na imprensa. 

"Estou sendo vítima de uma verdadeira organização criminosa financiada pelo meu ex-marido para destruir a minha reputação. Financiando jornalistas sensacionalistas que estão a venda, munindo pessoas sobre nossa intimidade como casal, estão criando todos os tipos de mentiras para me atacar. Sem escrúpulo algum e no momento mais frágil da minha vida", detalhou. 

Ainda assim, Luisa Mell enfatizou que as ameaças não farão desistir de buscar uma solução judicial para o caso. 

Mas eu sou forte e vou lutar, mesmo não tendo todo o poder e dinheiro dele, mesmo me sentindo violentada por essas pessoas, mesmo tendo sido mutilada desacordada e contra minha vontade. Que a minha voz ecoe e ajude outras mulheres a se levantaram, a denunciarem a violência. Não podemos estar sozinhas!", finalizou. 

Defesa

Procurado pelo G1, Gilberto Zaborowsky informou que irá apresentar defesa após ficar ciente das acusações feitas pela ex-companheira.

"Agradeço a oportunidade para me manifestar, mas como a questão está em juízo, é lá que eu vou me defender, depois que tomar conhecimento das acusações que a Marina me fez, das quais, por enquanto, eu só sei por notícias esparsas da mídia". 

Zaborowsky mencionou o nome de nascimento da ativista, que é Marina Zatz de Camargo Zaborowsky.