Influencer cearense Camilla Uckers é absolvida em processo de calúnia movido por cirurgião plástico

A humorista acusa o cirurgião Danilo Dias de erro médico em procedimento que culminou com uma infecção generalizada e lesão em nervo

Camilla Uckers em foto na praia
Legenda: Camilla ainda move contra o médico um processo por danos morais e psicológicos, além de pedir pagamento de despesas médicas
Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora digital cearense Camilla Uckers, 29, foi absolvida em processo por calúnia, injúria e difamação movido contra ela pelo cirurgião plástico Danilo Dias.

O caso diz respeito aos acontecimentos após um implante de silicone nos glúteos dela, que teve de ser removido às pressas devido a uma lesão no nervo ciático e uma infecção generalizada. 

O Diário do Nordeste ligou para a clínica de Danilo Dias em Fortaleza, na tarde desta sexta-feira (30), para tentar localizá-lo, mas a reportagem foi informada que ele estava em cirurgia. Foram deixados contatos, mas não houve retorno até a publicação deste texto. Não foram localizados contatos da defesa do médico.

Camilla foi às redes sociais em janeiro de 2018, quase um mês após o procedimento, para denunciar erro médico e descaso por parte do especialista. O processo por calúnia tem sido movido desde o fim do mesmo mês. 

Sentença absolvendo a humorista de Fortaleza foi dada na última segunda-feira (26). Em entrevista ao Diário do Nordeste, ela comemora a decisão judicial favorável e sustenta que foi alvo de erro médico, fato inclusive já comprovado, segundo ela. 

Isso mostra que nada está acima da lei e de Deus. Se você agir com a verdade tudo dá certo. Fico muito feliz de estar ficando mais aliviada por conta disso, porque eu passei muito tempo sem dormir, fiquei com muito medo. Me causou muita fobia.
Camilla Uckers
Influenciadora digital

Sentença 

Na sentença, o juiz Antônio José de Norões Ramos define que Camilla, por ser influenciadora digital, estava no direito de "exercício de sua liberdade de expressão, a qual engloba outras garantias correlatas, tais como os direitos a criticar, informar, reclamar se exprimir de modos diversos". 

"Assim como mencionado no delito de calúnia, constata-se novamente a intenção da querelada foi de tecer críticas, desabafo e indignação em virtude das complicações decorrentes da cirurgia, veiculando publicamente seu inconformismo, não se vendo um objetivo exclusivo de ofensa, essencial para a caracterização da difamação", pontua a decisão. 

Segundo os autos judicais, o cirurgião nega ter havido conduta errônea no procedimento de Camilla e inclusive fala que ela "não estava cumprindo as determinações médicas, não guardando o repouso prescrito". Alegações são negadas pela influencer. 

"Ele falou que eu tinha acabado com a carreira dele e que o que falei nas redes sociais não é verdade. Só que inclusive em outro processo cível que eu movo contra ele, fiz uma perícia que constatou o erro médico", conta. 

"Graças a Deus eu fui absolvida", diz a cearense. Ela conta ainda que Danilo Dias inclusive pedia que ela fosse presa.

Camilla pede indenização de R$ 3 milhões

Paralelamente ao processo de Danilo contra Camilla, a digital influencer move um processo contra o profissional. Ela relata que o procedimento já está "bem avançado" e que apenas aguarda a sentença do juiz. 

A última movimentação foi uma audiência realizada em janeiro deste ano.

"Estou pedindo dados morais e danos psicológicos, além de despesas médicas. Pedi R$ 3 milhões. Eu tomava remédios fortíssimos, ele não me ajudou em nada. Não me passou exames, e eu morrendo de dor, quase morte, sem conseguir andar direito", comenta. 

Recuperação e sequelas 

Após a retirada da prótese, em 6 de janeiro de 2018, Camilla ficou muito debilitada, pois já havia sido constatada uma lesão no nervo ciático — formado por várias raízes nervosas que vêm da coluna vertebral e passam pelos glúteos —, além da infecção generalizada. 

A cearense conta ao Diário do Nordeste que passou por dois anos de fisioterapia até conseguir se recuperar e viver "normalmente". Todo o tratamento foi custeado pela avó. 

"Vinham enfermeiras e fisioterapeutas me atender todo dia, eu não tinha condições de andar. Comecei a andar normal, sem puxar a perna, um ano depois. O problema no nervo ciático fez com que eu desenvolvesse a 'síndrome do pé caído'", conta. 

Camilla Uckers acamada após cirurgia
Legenda: Em 2018, a influencer passou por longas sessões de fisioterapia e ficou muito debilitada após retirada de implantes
Foto: Reprodução

Os traumas inclusive agravaram seus quadros de depressão e ansiedade. E as sequelas físicas persistem até hoje, conforme a artista. 

"Tenho sequelas no meu pé esquerdo. Não consigo andar de salto alto sem cair. Tomo remédios até hoje e sofro psicologicamente com tudo isso", relata.  

Relembre o caso 

Camilla Uckers se operou no dia 12 de dezembro de 2017 em um hospital particular de Fortaleza. No mesmo dia, além do implante nas nádegas, ela fez uma rinoplastia e uma lipoaspiração. O procedimento, segundo ela, foi uma permuta, em troca de divulgação do trabalho de Danilo Dias nas redes sociais.

A cearense conta que já saiu sentindo muitas dores e chegou a ficar com anemia profunda. Ao procurar o profissional, ela teria sido medicada e as dores passaram. No fim de dezembro, ela tirou os pontos da rinoplastia e informou ao cirurgião que tinha uma viagem de trabalho marcada para o Rio de Janeiro. 

“Ele me deu autorização para viajar e falou que eu tinha que andar de cadeira de rodas. Eu acabei indo, não estava sentindo mais dor por causa dos remédios. Mas quando eu cheguei lá fiquei muito mal e fui ao hospital e disseram que eu precisava voltar para Fortaleza e retirar a prótese”, comenta.

“O médico falou para mim: ‘ou tira a prótese, ou morre de infecção generalizada’”, disse Camilla em entrevista em 2018. 

Camilla voltou às pressas para Fortaleza e retirou as próteses no dia 6 de janeiro. Ela expôs a situação nas redes sociais e mostrou sua rotina de tratamentos e o quadro de saúde debilitado. A influenciadora declarou ao Diário do Nordeste nesta sexta-feira que chegou a pesar 29 quilos na época. 

Atualmente, a humorista relata que “se sente bem melhor” e que as sequelas vão ficar, mas ela é uma pessoa bem mais saudável. Procedimentos estéticos estão fora de cogitação, frisa. 

“Não tenho mais complexo com meu corpo. Não pretende mais fazer cirurgia plástica, mas não condeno quem faz. Eu não tenho mais o desejo devido ao trauma que passei”, desabafa.