Crise do coronavírus se agrava e setor aéreo precisa de US$ 200 bilhões, diz Iata

O dinheiro é necessário para compensar a perda de receitas provocadas pela pandemia de coronavírus, que restringiu gravemente as viagens em todo o mundo