Projeto usa ‘trenzinho’ informativo para conscientizar sobre abandono animal em Fortaleza

Campanha faz parte do projeto Amor Animal, ligada ao Instituto André Araújo, e tem o objetivo de arrecadar assinaturas para construção de hospital público veterinário na Capital

ONG monta trem para cuidar de cachorros de rua e orientar sobre maus-tratos na Praça do Ferreira.
Legenda: Cada vagão é personalizado com informações sobre abandono de animais.
Foto: Helene Santos

Desde junho, quem passa pela Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, pode interagir com um veículo articulado curioso: é o trenzinho informativo do projeto Amor Animal, da Organização Não-Governamental (ONG) Instituto André Araújo. Construído com material reaproveitável, o carrinho traz informações sobre o abandono de bichinhos na cidade. Ele é usado para uma campanha do Instituto, com o objetivo de recolher assinaturas para construção de um hospital veterinário gratuito na Capital.

“Cada vagão traz algo para sensibilizar quem está vendo. Em um deles, por exemplo, trazemos o número de animais abandonados por aqui, que é mais ou menos 130 mil, de acordo com Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal”, conta Fabiola Simonetti, coordenadora de marketing e comunicação do Instituto André Araújo, responsável pela ação.

O alcance do trenzinho trouxe bons resultados. São 350 assinaturas recolhidas por dia de ação. A equipe deve levar as assinaturas recolhidas para órgãos públicos, informa Fabiola. “Escolhemos a Praça do Ferreira por estar no coração da cidade e ser um ponto de grande circulação. Nossa meta é atingir 50 mil assinaturas mas, se chegar a 100 mil, vamos ficar mais felizes ainda”, brinca a coordenadora.

Corrente

De acordo com o idealizador do Instituto, o protetor de animais André Araújo, 39, a ideia do trenzinho surgiu no ano passado, em um mutirão de limpeza de animais nos abrigos de Fortaleza. “Nós reunimos uma batalhão de 50 voluntários e levamos para dar banho em alguns animais. Tem local que tem mais de mil bichos. Às vezes a equipe não dava conta. Quando terminava a limpeza, colocamos eles nos carrinhos para dar uma ‘passeada’”, relembra. 

abandono de animais
Legenda: Trenzinho leva informação e conscientização sobre abandono de animais
Foto: Helene Santos

Mas, com a pandemia, o projeto ganhou outros contornos. Já que não seria possível levar um grande número de pessoas para os centros, o veículo foi adaptado para ser informativo. “Não podemos ir aos abrigos com frequência, então, adaptamos para usar como campanha de conscientização. Nosso objetivo é recolher assinaturas para construção de um hospital público veterinários aqui na Capital. É uma coisa fofinha, engraçadinha, mas que chama muita atenção”, reforça André. 

Não é a primeira ação da ONG que, há quase dois anos, trabalha a favor da causa animal e ambiental em Fortaleza. Pelo menos 10 abrigos são contemplados pelas campanhas da instituição. Ajudar os bichinhos em situação de rua, inclusive, é o motivo por trás da fundação do projeto, segundo o idealizador. “Faço parte de um grupo que se voluntariava a favor da causa animal. Resolvemos nos oficializar e surgiu o Instituto”, relembra André. 

A mobilização ganhou alcance na Capital. Além da contribuição de empresas, o instituto já recebeu apoio de personalidades cearenses como o cantor Wesley Safadão e o humorista Tirullipa. “Atuamos há dois anos e contamos com diversos parceiros. Já chegamos a receber uma tonelada de ração de uma das empresas que participam dessa nossa corrente”, comemora André.  

Doações

O trenzinho circula pela Praça do Ferreira ao longo da semana, de segunda a sexta, sempre entre às 10h da manhã e às 16h. O ponto para recolher assinaturas está localizado em frente ao Cineteatro São Luiz. Por lá, também é possível encontrar recipientes feitos com pneu reciclado para doação de ração. Mas o Instituto André Araújo também recebe outras contribuições de voluntários. 

Entre as formas encontradas para ajudar está a Carrocinha do Bem, serviço que recolhe, em casa, doações para os bichinhos. O veículo atende em toda Região Metropolitana de Fortaleza e recebe produtos de higiene, rações, roupas e medicamentos de uso veterinário, o material mais procurado pelas instituições beneficiadas. 

“A gente pensa que não é muita coisa, mas é sim. Se você comprou um remédio para o animal e sobrou um pouquinho, pode doar. Recebemos mais de 300 pedidos por dia para medicação e às vezes não temos como oferecer. É muito triste dar um não para uma pessoa que está precisando”, confessa o cuidador.
 

Não existe doação mínima e o doador pode escolher a Instituição que receberá a contribuição. O telefone da Carrocinha do Bem é (85) 98212.6515. Para facilitar a retirada, o doador precisa informar o nome, o melhor horário para encontro, endereço e um telefone para contato.

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores