Seu Lula, técnico de câmeras analógicas, faz manutenção de aparelhos com até 80 anos de existência

No mercado das câmeras há mais de 40 anos, o técnico diz trabalhar por prazer

Legenda: Seu Lula, um dos poucos técnicos de câmera analógica em Fortaleza
Foto: David Felício

Com rápidos desenvolvimentos tecnológicos e o ápice de vendas de câmeras digitais, Seu Lula, que entrou no mercado de conserto de máquinas fotográficas no ano de 1976, chegou a incorporar ao seu negócio a manutenção dessas mais novas.

Entretanto, há muito já não conserta câmeras com o intuito único de ganhar dinheiro, mas por prazer, como faz questão de reiterar. Por isso, passou a dar preferência para a manutenção de câmeras de filmes pois "quem gosta de fotografia mesmo, usa analógica", explica.

Amizade

No Conjunto Ceará, na oficina que faz parte de sua própria casa, Lula atende clientes que estejam interessados, além do conserto propriamente dito, em uma boa conversa sobre processos fotográficos. Segundo ele, a maioria de seus clientes hoje se resumem aos jovens que têm interesse nas velhas câmeras, de bobina e filme. David Felício é um deles.

O jovem estabeleceu com Lula uma relação de confiança e parceria que já dura mais de cinco anos. Foi na oficina onde começou seu contato mais sério com a fotografia. "O Seu Lula é uma pessoa muito generosa e sempre, de um jeito muito específico, foi tirando minhas dúvidas e respondendo o que eu queria saber", relembra David.

Lá, consertou sua primeira câmera analógica, uma Yashica Electro 35, comprou outras e começou a coleção que chegaria ao número de 150.

Hoje, seja para revender nas feiras e bazares que participa, seja para manter em sua coleção pessoal, David delega exclusivamente ao técnico a manutenção de todas suas máquinas fotográficas.

Memória

Seu Lula é um dos poucos conhecidos que ainda trabalha com a manutenção desses artefatos, que podem chegar a ter 80 anos de existência. Grande admirador do trabalho, David é o primeiro a reconhecer a função.

"Sempre que alguém me fala que quer consertar uma câmera, eu digo que conserto mas quem conserta é o Lula. Porque isso exige muito trabalho. Ofício que é desvalorizado, que é lidar com placas e circuitos minúsculos. Além de que coisas de 40/50 anos têm suas especificidades", comenta o jovem.

Serviço

Lula Assistência Técnica

Avenida C, 529, Conjunto Ceará (98791.7751)

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?