Mesas redondas e atividades infantis ganham foco na programação da Semana de Arte Unifor

As mesas acontecem nesta sexta (22), com debates sobre os direitos da mulher e literatura. No sábado (23), música, artes plásticas e contação de histórias compõem a programação infantil

Legenda: Tema de mesa redonda na programação, a Biblioteca de Acervos Especiais reúne livros de artes, Direito, dentre outros temas
Foto: Foto: Ares Soares

Ainda dá tempo de apreciar e aprender com a Semana de Arte Universidade de Fortaleza (Unifor), que segue com programação até domingo (24). Nesta sexta (22), mesas-redondas ganham foco na sequência do evento e, no sábado (23), uma série de atividades voltadas para as crianças movimenta as atrações.

Desde a última quarta (20), o evento contempla abertura de exposição, lançamento de catálogos, palestras, mesas-redondas, exibição de filmes, apresentações musicais, oficinas para crianças, contação de histórias e a peça de teatro "Tarsila", do Grupo Mirante de Teatro, que será exibida neste sábado, às 20h, e domingo às 19h, no Teatro Celina Queiroz (Unifor), marcando o encerramento da Semana de Arte. O acesso é gratuito, com exceção da peça de teatro.

A programação desta sexta (22) será aberta, às 9h, no auditório da Biblioteca, com a mesa-redonda "Teto de vidro - Universo feminino no mundo das artes". A advogada Gina Pompeu, coordenadora do programa de pós-graduação em Direito Constitucional da Unifor, fará a mediação. Ainda integram a mesa Beatriz Alcântara (Grupo Seara: o discurso feminino na literatura), Côca Torquato (Sertão das lembranças e o Movimento Armorial), Carolina Torquato (Teto de Vidro: desigualdade de remuneração em razão de gênero), e Tânia Vasconcelos (design por mulheres).

"O título da mesa, 'Teto de Vidro', diz respeito ao fato de que embora a capacidade numérica e de aprendizado das mulheres já seja comprovadamente maior que a masculina, os salários e o reconhecimento delas no mercado de trabalho enfrentam diversos problemas", afirma Gina.

A advogada recapitula que, nos Estados Unidos, o termo "teto de vidro" se popularizou no contexto das questões de desigualdade de gênero. No Brasil, Gina especifica que o debate deve ser revisto, por conta do descumprimento de uma orientação constitucional.

"A Constituição de 1988 já garante que haja equilíbrio nas remunerações (entre homens e mulheres), mas na prática a gente sabe que não é assim. Também vamos comentar, na mesa, sobre um projeto de lei, hoje em trâmite na Câmara Municipal de Fortaleza, prevendo punição para as empresas que não cumprirem com essa meta constitucional", avalia.

Tesouros da Biblioteca

Ainda nesta sexta, às 19h, no mesmo local, haverá a mesa-redonda "Tesouros da Biblioteca Acervos Especiais". O professor Batista de Lima (Unifor) vai moderar a discussão, que também contará com a presença do bibliófilo José Augusto Bezerra, do jornalista e colecionador Pádua Lopes e da coordenadora do Espaço Cultural da Unifor e curadora do acervo artístico da Fundação Edson Queiroz, Cecília Bedê.

"A Biblioteca de Acervos Especiais faz parte dos espaços dedicados à arte que a Unifor possui e disponibiliza ao público. Os livros que estão lá são obras raras, objetos de valor artístico. O propósito do nosso papo é trazer à tona essa riqueza, gerar conteúdo crítico a partir dela e ampliar a divulgação do espaço para o público", sintetiza Cecília. O equipamento conta com cerca de nove mil volumes raros. A consulta é gratuita, mediante agendamento por e-mail (acervosespeciais@unifor.Br).

Arte Moderna

Um dos destaques da semana é a abertura da exposição "Arte Moderna na Coleção Fundação Edson Queiroz", que já passou por várias capitais brasileiras, Lisboa e Roma. Aberta nesta quinta (21), a mostra ficará em cartaz até 11 de agosto, no Espaço Cultural Unifor. A curadoria, assinada por Regina Teixeira de Barros, traz 77 obras da coleção, com ênfase na produção de artistas brasileiros durante o período do Modernismo (1920-1960).

Criatividade

A programação da Semana de Arte Unifor é também dedicada às atividades infantis. Neste sábado (23), às 9h, a Big Band Unifor apresenta um repertório infantil, com arranjos de jazz, no hall térreo do Espaço Cultural da Unifor. Às 9h30, mediadores do Ateliê Educativo do Espaço Cultural realizam uma oficina de artes para crianças. Na sequência, às 16h, o Grupo Mirante de Teatro Unifor conduz o projeto "Tarde com Arte" de contação de histórias, também no Espaço Cultural.

Para a oficina, a coordenadora do ateliê, Cecília Bedê, situa que as atividades farão referência às exposições em cartaz no local, "Da Terra Brasilis à Aldeia Global" (aberta há um ano e exposta até domingo, 24) e "Arte Moderna na Coleção Fundação Edson Queiroz" (inaugurada na última quinta-feira, 21).

Junto às crianças, os mediadores do ateliê farão pinturas, desenhos e colagens. "E os resultados podem ser diversos. Temos tinta, lápis de cor, giz de cêra, papéis coloridos, tesoura, cola, cartolina. Ao fim, os trabalhos serão expostos no painel do Espaço Educativo. E ainda mais importante, aproveitamos bem esse tempo para conversar sobre arte com quem for participar", adianta Cecília. A cada abertura de novas exposições, a organização do Espaço Cultural Unifor realiza atividades práticas e oficinas de artes no Espaço Educativo.

Serviço
Semana de Arte Unifor

De 20 a 24 de março, no campus da Universidade de Fortaleza (Avenida Washington Soares, 1321, Edson Queiroz). Programação aberta ao público. Para saber mais, acesse: bit.Ly/semanaarteunifor. Contato: (85) 3477.3106

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?