Especialista dá dicas de como amamentar de maneira tranquila

O ato de amamentar pela primeira vez pode ser uma situação preocupante para a mamãe

Com o objetivo de amenizar as aflições das iniciantes no ato de amamentar, o ginecologista e obstetra Alberto Guimarães diz que o primeiro passo é relaxar. Claro, que isso não é tudo. Por isso, o médico preparou uma lista com 12 dicas que podem ser preciosas para essas mamães.  Confira a seguir:

1. Desejos do bebê
Ao invés de esperar que ele chore, antecipe suas necessidades observando alguns indicadores. Quando está com fome, ele pode:

  • Girar ou levantar a cabeça repetidamente
  • Abrir e fechar a boca
  • Colocar a língua para fora
  • Chupar o que estiver perto

2. Frequência
A criança conhece suas necessidades melhor do que você. Deixe-o determinar com que frequência ele quer ser amamentado. Não defina um intervalo predeterminado entre as refeições.

Por outro lado, não há necessidade de acordar o bebê  para alimentá-lo simplesmente porque três horas se passaram. Deixe-o dormir tranquilamente e alimente-o somente quando ele acordar.

Deixe o bebê determinar quanto tempo ele precisa para se alimentar. Lembre-se, seu pequeno sabe o quanto ele precisa mamar. "Não se preocupe se o tempo de amamentação durar apenas dez minutos, e não entre em pânico se ele se prolongar por quarenta e cinco. Alguns bebês são comedores rápidos, enquanto outros gostam de tomar seu tempo tranquilamente", afirma o Dr. Alberto Guimarães.

3. Conforto
Você passará uma quantidade significativa de tempo segurando o bebê no peito enquanto ele se alimenta. Se você fizer isso em uma posição sentada sem suporte, pode ficar desconfortável rapidamente. Além disso, manter-se numa posição desconfortável por um período prolongado de tempo pode levar a dor nas costas, no ombro e no pescoço.

A constante contorção e movimentação de sua parte pode atrapalhar a amamentação do seu bebê e resultar em irritabilidade e aumento da fome. "Por isso que é tão importante para você se sentir confortável durante todo o processo", ressalta.

Deite-se de lado com o bebê de frente para você
Sente-se em uma posição reclinada com o bebê deitado em seus braços
Uma cama ou um sofá grande com muitos travesseiros para apoiar as costas e os braços tornam essas posições ideais. Encontre o que é certo para você, mas não tenha medo de misturá-los de vez em quando, dependendo de suas próprias necessidades. Quanto mais atencioso for para seu conforto, mais as sessões de amamentação serão uma pausa agradável para ambos.

4. Relaxe
Além de garantir  conforto durante a amamentação, tente ficar tranquila. O bebê pode sentir que você está tensa e nervosa e ele não conseguirá relaxar.
Examine o ambiente. Caso esteja em um local  estressante ou desconfortável, opte por uma mudança de cenário.

Antes de amamentar respire lenta e profundamente." Se te ajudar, faça uma visualização que te ajude a relaxar e te ligue ao pacotinho de alegria no seu colo", revela o médico.

5. Posição 
Ao longo do tempo seu bebê provavelmente encontrará a posição que é melhor para eles. Preste atenção a essa posição para facilitar a entrada rápida. Cada bebê é diferente, mas existem algumas diretrizes gerais que você pode usar para encontrar uma posição que funcione tanto para você quanto para seu filho.

  • O bebê deve estar posicionado de modo que a boca fique no mesmo nível do mamilo
  • A cabeça deve ficar levemente inclinada para trás
  • Se possível, eles devem se encaixar na aréola inteira, não apenas no mamilo
  • O ideal é encostar o queixo ao peito para que o nariz fique claro
  • Evite forcar as posições. A criança pode preferir uma posição diferente. Deixe acontecer naturalmente.

6. Vazamento do leite 
Nas primeiras semanas, é comum que o leite vaze. Isso pode acontecer quando se ouve outro bebê chorar, quando não se amamenta por várias horas, quando a mãe pensa em no bebê ou quando ela sente forte emoção.

O vazamento  diminuirá ou desaparecerá  à medida que o bebê continuar a amamando. Enquanto isso, coloque uma almofada de amamentação no sutiã para absorver os vazamentos.

7. Rachadura
A pele dos  seios é delicada. Com a amamentação regular, ela pode ficar seca, rachada e irritada. Isso pode tornar a amamentação uma experiência dolorosa. Calma existem formas de proteger ssa pele.

  • Não lave em demasia. Uma ou duas limpezas por dia com um limpador suave é suficiente
  • Depois de uma mamada, lave os seios com um pano macio
  • Deixe os seios arejarem periodicamente para evitar a irritação da roupa
  • Depois da amamentação aplique produtos específicos que ajudam na hidratação e cicatrização dos mamilos

8. Leite suficiente 
A produção de leite depende das necessidades do bebê. Conforme ele mama, estimula a liberação dos hormônios prolactina e oxitocina que aceleram a produção. Mas não começa com a primeira mamada. " O fato é que os seios estão se preparando para dar leite desde o início da gravidez", afirma o Dr. Alberto Guimarães.

Durante os primeiros dois ou três dias de amamentação, é possível notar um líquido espesso amarelado-laranja saindo dos seios. O fluido é o colostro e é o que o bebê precisa no momento. O colostro é muito nutritivo e contém altos níveis de anticorpos. Esses anticorpos estimulam o sistema imunológico  no combate as infecções.

9. Amamentação correta 
O comportamento e a saúde do bebê dirão se a amamentação está indo bem. Enquanto se alimenta, a criança deve sugar e engolir regularmente. Tenha em mente que, quando o seu filho começar a se alimentar, ele engolirá cada vez que sugar.

 À medida que o leite diminui, eles ficam cheios ou adormecem, a deglutição diminui. Ao final, a criança deve liberar o seio e parecer sonolento. Sua pele será um rosa saudável e seus músculos estarão relaxados.

As fraldas devem estar muito molhadas enquanto estiver amamentando. Eles provavelmente terão de quatro a oito evacuações por dia durante as primeiras semanas de vida. Isso se deve ao consumo de colostro. Com o passar do tempo, as evacuações diminuirão.

Quando o bebê está ganhando peso regularmente, não é necessário pesá-lo diariamente. Se a criança estiver saudável, a pesagem mensal pelo pediatra é suficiente. 

10. Ingurgitamento 
O ingurgitamento é um inchaço doloroso e endurecimento dos seios que ocorre quando a mãe produz mais leite do que o bebê consome.
O inchaço pode dificultar a alimentação e aumenta a probabilidade de que o ingurgitamento continue. A melhor maneira de evitar essa condição é amamentar sempre que possível.

Se o ingurgitamento persistir, pode extrair manualmente o leite massageando suavemente a aréola entre os dedos. Caso não consegua, tente usar uma bomba e continue até que os seios amolecam.

11. Ajuda 
No hospital mesmo uma enfermeira ou uma doula verificará você e seu bebê durante a amamentação e poderá oferecer apoio e ajudá-la nestes primeiros momentos.

A amamentação pode ser desconfortável no início mas não deve ser uma experiência dolorosa. Se a amamentação está doendo, procure ajuda de um profissional.

12. Hidratação 
A água reabastece o corpo, então uma boa regra é beber um copo de água sempre que amamentar. "Isso garantirá que seu corpo produza leite suficiente e que você se mantenha hidratada", conclui o ginecologista e obstetra Dr. Alberto Guimarês.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?