Com cearenses no elenco, 'Bacurau' é premiado em Cannes

Longa brasileiro recebeu o Prêmio do Júri, considerado o terceiro mais importante do festival de cinema francês. Desde 2008, o Brasil não era premiado em Cannes

Legenda: Diretores recebem premiação em cerimônia na França
Foto: FOTO: VALERY HACHE / AFP

O longa brasileiro "Bacurau" venceu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes em empate com o francês "Os Miseráveis", de de Ladj Ly. O anúncio aconteceu neste sábado (25), na França.

Escrito e dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dorneles, o longa-metragem de aventura e ficção científica tem no elenco os cearenses Silvero Pereira, Rodger Rogério e Uirá dos Reis, carioca radicado no Ceará. 

Na última sexta-feira (24), o filme "A Vida invisível de Eurídice Gusmão", do cearense Karim Aïnouz, levou a premiação de "melhor filme" na disputa paralela do Festival de Cannes

A última vez que o Brasil figurou entre os vencedores na principal premiação do festival francês foi há 11 anos, quando Sandra Corveloni ganhou o prêmio de melhor atriz com o filme "Linha de Passe".

O Prêmio do Júri é considerado o terceiro mais importante da premiação francesa. Neste ano, o júri foi presidido pelo diretor mexicano Alejandro González.

Veja o teaser:

A produção, estrelada por Sônia Braga, retrata um pequeno povoado do sertão brasileiro que enfrenta a perda de Dona Carmelita, uma moradora muito querida por todos. Logo em seguida, a comunidade percebe que não consta mais nos mapas.

O ator Silvero Pereira, que participou da estreia do filme durante o festival, expressou emoção pelo resultado. "Tenho muito orgulho de fazer parte do elenco e de ver o reconhecimento dessa equipe que foi tão generosa e acreditou não só na ficção mas no que o Brasil precisa ouvir hoje", afirmou.

Para ele, a conquista internacional demonstra que a arte brasileira amadureceu mesmo com as dificuldades do setor. "Temos filmes premiados no maior festival de cinema do mundo no momento em que o nosso País diz que o cinema, a arte e a cultura não deve ser valorizada e não tem importância", considera.

Também no elenco de "Bacurau", Rodger Rogério se disse surpreso com a premiação. "É uma felicidade grande. Dos filmes que eu participei, esse foi o filme que foi mais longe", disse logo após saber do resultado.

O cantor, compositor e ator cearense entende que a repercussão internacional da produção brasileira pode incentivar a destravar o setor audiovisual brasileiro, que passa por problemas. "A situação da cultura no Brasil está muito ruim. Estamos com as piores perspectivas possíveis. Temos uma nuvem negra no horizonte", disse.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?