"A Cultura vem sendo vista, por alguns, como um adorno", diz Angela Gutiérrez em discurso na ACL

Escritora tomou posse como primeira mulher presidente na Academia Cearense de Letras nesta quarta-feira (30), em solenidade realizada no Palácio da Luz

Primeira mulher a tomar posse na presidência da Academia Cearense de Letras (ACL), Angela Gutiérrez enfatizou a importância da cultura em seu primeiro discurso como nova gestora da instituição. 

“Sei que atravessamos um período histórico de dificuldades tão graves que a Cultura vem sendo vista, por alguns, como um adorno, um luxo, e não como uma das expressões fundamentais da individualidade e da coletividade, da nacionalidade e da própria humanidade”, afirmou durante solenidade de posse da nova diretoria da ACL, realizada nesta quarta-feira (30) no Palácio da Luz, centro de Fortaleza.

No texto, lido para uma plateia composta por grandes nomes e incentivadores da literatura local, ela também deu destaque à história da Academia e suas diferentes fases enquanto entidade, costurando os fatos com sua própria trajetória enquanto criança, jovem e adulta amante do universo dos livros.

> O amor e as perspectivas de Angela Gutiérrez à frente da Academia Cearense de Letras

De igual forma, não faltou espaço para que expusesse o que almeja realizar como titular do posto máximo da casa, além de conferir foco à relevância da figura de Alba Valdez (1874-1962), primeira mulher a ingressar na ACL. “Que a fortaleza e a inteireza dessa mulher inspirem todos os membros desta Casa!”, torceu.

Legenda: Angela Gutiérrez e Ubiratan Aguiar, presidente da ACL durante o biênio 2017-2018
Foto: Foto: Camila Lima

O sentimento de otimismo deu o tom da última parte do discurso, quando Angela arrematou:

“Se seguirmos a divisa da Academia, “Aos determinados, nada é difícil”, e contarmos com o apoio necessário, podemos ultrapassar as ondas do increspado mare magnum e contribuir para a formação cultural e cidadã, construindo o que Paulo Freire chamava o ‘historicamente impossível’”.

Angela Gutiérrez assume o biênio 2019-2020 e sucede Ubiratan Aguiar na gestão da Academia Cearense de Letras, tendo como vice-presidente o poeta e professor Juarez Leitão.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?