Prefeitura de Fortaleza sugere orçamento de R$ 9,9 bi para 2022 e investimentos de R$ 1,1 bi

Parte do aumento do orçamento vem da "melhora na arrecadação", informou a Prefeitura

Imagem ampliada do plenário da Câmara dos Vereadores de Fortaleza
Legenda: Esse é o primeiro orçamento pautado no novo Plano Plurianual 2022-2025, em fase de redação final, já aprovado pela Casa
Foto: José Leomar

A Prefeitura de Fortaleza cumpriu o prazo legal e entregou o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2022 à Câmara Municipal, nesta sexta-feira (15).

O orçamento total previsto para o próximo exercício é de R$ 9,9 bilhões, valor 9,23% maior do que o de 2021.

Conforme a Prefeitura, o aumento tem como justificativa uma melhora na arrecadação decorrente da retomada da economia, após os prejuízos amargados nos períodos mais graves da pandemia de Covid-19.

"Sem aumentar impostos, a projeção é de um aumento de 25% na receita tributária. Para se ter uma ideia, em 2020, houve uma queda de mais de R$ 640 milhões em arrecadação. Esse ano ainda não temos esse valor fechado, mas já sentimos uma melhora. O próximo ano, deve ser o ano de retomarmos os patamares pré pandemia”, explica o secretário do planejamento, orçamento e gestão, Marcelo Pinheiro, responsável pela elaboração da PLOA 2022.

Maior nível de investimento na história da Capital

O nível de investimento para 2022 também vai subir para um valor estimado em R$ 1,15 bilhão. Segundo o prefeito José Sarto (PDT), este será o maior nível já projetado na história de Fortaleza.

“Nossas prioridades são saúde e educação, mas também vamos avançar muito no saneamento e na infraestrutura. É preciso garantir o bem-estar da nossa gente”.  

Saiba para quais áreas vão os maiores recursos do orçamento:

  • 1º Saúde - 27% do total, equivalente a R$ 2,69 bilhões;
  • 2º Educação - 24,2% do total, valor nominal de R$ 2,4 bilhões;
  • 3º Urbanismo - 10,4% do total, equivalente a R$ 1 bilhão.

Também estão previstos na PLOA 2022 o aumento na Função da Assistência Social, com um orçamento 54% superior ao de 2021, totalizando R$ 259,6 milhões; e na Função Saneamento, elevando em 118% o total de recursos, que somam R$ 127,5 milhões.

A área da Cultura também deve ter garantido o percentual mínimo de 1,12%, equivalente a R$ 111 milhões. 

Esse é o primeiro orçamento pautado no novo Plano Plurianual 2022-2025, em fase de redação final na Câmara, já aprovado pela Casa.

Dentre as principais entregas definidas para 2022, de acordo com a Prefeitura, estão:

  • 12 Escolas de Tempo Integral;
  • 18 Centros de Educação Infantil;
  • 3 Unidades de Atenção Primária à Saúde implantadas;
  • 3 Unidades de Atenção Primária à Saúde reformadas;
  • 2 Equipamentos da Rede Psicossocial (Caps) reformados;
  • 1 Equipamento da Rede Psicossocial (Caps) implantado;
  • 1 Instituição de Longa Permanência (ILPI);
  • 52 estações do Bicicletar;
  • R$ 117 milhões em drenagem e pavimentação nos bairros: Barroso, Dendê, Ancuri, Pedras, Granja Lisboa, Conjunto Novo Barroso, dentre outros;
  • R$ 160 milhões em implantação, requalificação e ampliação de infraestrutura viária;
  • 12 ecopontos;
  • Cuca Vicente Pinzon;
  • 1 Célula de Monitoramento.