No Ceará pela quarta vez, relembre visitas de Jair Bolsonaro ao Estado desde que foi eleito

Só em 2021, Bolsonaro veio ao Ceará em três ocasiões

Bolsonaro ergue estátua do Padre Cícero
Legenda: Bolsonaro em Juazeiro do Norte, ao lado de apoiadores e políticos, ergueu uma estátua do Padre Cícero
Foto: Thiago Gadelha

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desembarca no Ceará nesta quarta-feira, 20. A visita está prevista para o município de Russas e é a quarta vez que o chefe do Executivo Nacional visita o Estado em agendas oficiais, desde que foi eleito. 

A viagem, ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, tem como objetivo cumprir uma agenda de pautas com projetos voltados ao abastecimento hídrico, saneamento básico, recuperação de nascentes e outras ações de infraestrutura, que integram a Jornada das Águas

Durante 10 dias, uma comitiva do Governo Federal vai percorrer a região do semiárido nordestino. Até agora, estão confirmadas visitas do presidente ao Ceará e a Pernambuco.

Juazeiro do Norte

A última vez que Bolsonaro esteve no Ceará foi no dia 13 de agosto, uma sexta-feira, quando foi à região do Cariri para entrega de moradias do Programa Casa Verde e Amerela. 

Na ocasião, Bolsonaro ensaiou uma comparação ao Padre Cícero durante discurso. Ele disse que, assim como religioso, também "combate o comunismo" no País. O santo popular foi o primeiro prefeito do município e foi reabilitado pela Igreja em 2015, após ter sido excomungado.

A chegada ao Estado ocorreu após a entrega do projeto de lei que pretende criar o Auxílio Brasil, benefício que irá substituir o Bolsa Família e que é maior aceno ao Nordeste desde o início do mandato presidencial de Bolsonaro.

Contudo, a visita aconteceu apenas poucos dias após derrota do Palácio do Planalto na votação pela inclusão do voto impresso no sistema eleitoral brasileiro - essa era uma das principais bandeiras do presidente desde a campanha eleitoral.

Outras visitas

Em fevereiro deste ano, ele visitou a duplicação da BR-222 e o Anel Viário de Fortaleza, em Caucaia, na Região Metropolitana. Na mesma agenda, Bolsonaro participou de cerimônia, em Tianguá, para assinatura de três ordens de serviços para obras em rodovias federais em território cearense.

Legenda: O deputado André Fernandes ao lado do presidente Jair Bolsonaro na inauguração da chegada das águas da transposição do São Francisco.
Foto: Helene Santos

Durante cerimônia de assinatura de ordens de serviço, Bolsonaro criticou as medidas mais duras adotadas por governadores e prefeitos para frear o avanço da Covid-19 no Brasil. O chefe do Executivo nacional não usou máscara em nenhum momento em que esteve em Tianguá.

Na ocasião, o presidente ainda pediu que políticos eleitos retornem às ruas e militem mesmo após o fim das eleições. “Aos políticos que me criticam, sugiro que façam o que eu faço. Eu tenho um prazer muito grande de estar no meio de vocês”, disparou.  

Ainda em junho de 2020, na primeira visita oficial ao Ceará como presidente, o chefe do Palácio do Planalto esteve em Penaforte, onde acompanhou a chegada das águas da transposição do Rio São Francisco.