Forças Armadas estão sendo orientadas a atacar as eleições no Brasil, diz Barroso, ministro do STF

Luís Roberto Barroso falou, neste domingo, em um evento de uma universidade alemã. Mas, ele não especificou quem estaria orientado as Forças Armadas

Escrito por Redação,

PontoPoder
Luís Roberto Barroso
Legenda: Ministro Luís Roberto Barroso é ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Foto: STF

Em uma palestra no evento Brazil Summit Europe, seminário promovido pela Universidade Hertie School, da Alemanha, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, neste domingo (24), disse que  “as Forças Armadas estão sendo orientadas para atacar o processo [eleitoral] e tentar desacreditá-lo.”

No evento, Barroso defendeu o papel das Supremas Cortes para a preservação da democracia e criticou a tentativa de envolvimento das Forças Armadas na política, segundo o jornal Metrópoles. 

O ministro, ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não disse quem estaria orientando as Forças Armadas contra o processo eleitoral.

Barroso rebateu qualquer suspeita de fraude no processo eleitoral. “Desde 1996 não tem nenhum episódio de fraude. Eleições totalmente limpas, seguras”, afirma.

O ministro garantiu ainda que o Brasil é um dos países que passa pela ascensão do “populismo autoritário” e disse que as Supremas Cortes são obstáculos diante dessas circunstâncias. 

O evento do qual Barroso participou é organizado por alunos da Hertie School, escola de governança e administração pública alemã.

Ele ocorre em Berlim sábado (23) e neste domingo (24) e reúne políticos, gestores públicos, empresários e professores que trabalham na Alemanha para debater as perspectivas brasileiras neste ano eleitoral e no futuro. 

“Não vai ter golpe”

Outro integrante da Suprema Corte, o ministro do STF, Gilmar Mendes, em entrevista à imprensa brasileira desacreditou uma possibilidade de golpe durante as eleições. Isso apesar da polaridade entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

O STF e os ministros são alvos recorrentes de ataques de Bolsonaro e de apoiadores do presidente. Mas, Gilmar Mendes demonstrou otimismo com o momento atual do tribunal. Segundo ele, os integrantes do STF estão mais unidos e declarou confiar na Justiça Eleitoral.