André Mendonça assume vaga de ministro do STF no próximo dia 16

Ex-chefe da AGU foi indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que o carimbou como "terrivelmente evangélico"

Escrito por Redação,

PontoPoder
André Mendonça durante sabatina no Senado para cargo de ministro do STF
Legenda: O novo ministro herdará mais 900 processos que estavam sob a relatória de Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Supremo Tribunal Federal (STF) anunciou, nesta quinta-feira (2), que a posse de André Mendonça como novo ministro da Corte acontecerá no próximo dia 16. 

O comunicado foi feito após o ex-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) ter se reunido com o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, na sede do STF, também nesta quinta.

"O presidente do STF, ministro Luiz Fux, recebeu nesta quinta-feira (2) André Mendonça, aprovado ontem para vaga na Suprema Corte. O encontro começou por volta de 13h e durou cerca de uma hora. Ficou definido que a posse será no dia 16 de dezembro, às 16h", informou a instituição. 

Indicado por Bolsonaro

Mendonça foi indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que o carimbou como "terrivelmente evangélico", em julho deste ano. Ele foi sabatinado e aprovado pelo Senado na quarta-feira (1º). 

Marco Aurélio Mello

O novo ministro herdará mais 900 processos que estavam sob a relatória de Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho. 

No STF, Mendonça deve participar de julgamentos considerados polêmicos, que abordam temas como prisão após condenação em segunda instância e bloqueio de perfis de apoiadores do governo nas redes sociais.

Quem é André Mendonça 

André Luiz de Almeida Mendonça nasceu em Santos (SP), no dia 27 de dezembro de 1972. Formado pela Faculdade de Direito de Bauru (SP), tem também o título de doutor em Estado de Direito e Governança Global e mestre em Estratégias Anticorrupção e Políticas de Integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

Pastor da Igreja Presbiteriana, ocupou os cargos de chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) e ministro da Justiça no governo Bolsonaro. Mendonça é casado e tem dois filhos.