Pecém recebe embarcação com as maiores pás eólicas já movimentadas no porto; veja vídeo

O navio Annie chegou da Índia com nove pás eólicas de 83,88 metros. Outras 12 pás devem chegar para instalação na Bahia

navio atracando em porto com pás eólicas
Legenda: As pás que chegaram ao Ceará são uma das maiores já movimentadas no Brasil
Foto: Guilherme Lima / Complexo do Pecém

O Pecém recebeu no último sábado (25) as maiores pás já movimentadas no complexo portuário e uma das maiores do Brasil. O navio Annie, com bandeira de Antígua e Barbuda, chegou da Índia carregado com nove pás eólicas de 83,88 metros, um novo recorde nesse tipo de operação.

Outras 12 pás de igual tamanho deverão desembarcar em breve para serem instaladas em parque eólico na Bahia. Mais de 1.000 pás eólicas já foram movimentadas no Porto do Pecém apenas em 2021.

De acordo com o presidente do Complexo do Pecém, Danilo Serpa, a chegada dos equipamentos reflete a expertise do porto, que é  especializado na movimentação das chamadas cargas de projeto, como são as pás eólicas. 

Essas pás gigantes comprovam a expertise, a capacidade técnica da nossa área operacional em movimentar cargas de projeto. São simplesmente as maiores pás que já recebemos no Porto do Pecém, pás que também vão contribuir com o resultado da nossa movimentação de setembro. Temos a expectativa de, pelo segundo mês seguido, superar a marca de dois milhões de toneladas movimentadas
Danilo Serpa
presidente do Complexo do Pecém

Novos recordes

O gerente comercial da Tecer Terminais, Carlos Alberto Nunes, comemora a chegada das pás e já planeja novos recordes em 2022. 

"Essa nova operação, com uma pá de 83 metros, exigiu ainda mais atenção e cuidado no processo logístico. Para isso, desenvolvemos com o cliente e outras empresas envolvidas na operação, todo um procedimento para assegurar a qualidade e segurança da operação, contando com uma logística integrada de forma a evitar danos e ter sucesso na operação. E já estamos na expectativa de um novo recorde para 2022, que são pás que podem chegar até 115m de comprimento", destaca.

O Porto do Pecém recebe todas as cargas cujas medidas, dimensões e peso são fora dos padrões para o embarque em contêineres convencionais.

Mais de mil pás

O complexo portuário ultrapassou no início deste mês as 1.000 pás eólicas transportadas. Com as recém-chegadas, já são 1.061 equipamentos do tipo chegando ao estado.

A maior parte das pás movimentadas são destinadas à exportação, principalmente, para portos nos Estados Unidos, Alemanha e Chile. Na  importação, as pás chegam, principalmente, de portos localizados na China, destinadas a parques eólicos no Nordeste brasileiro, em estados como Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios