Pague Menos confirma negociação com Extrafarma, mas diz que acordo não foi finalizado

Rede cearense de farmácias afirmou que deverá manter mercado e acionistas informados sobre assunto caso novos fatos sejam confirmados

Legenda: Negociação deverá envolver o valor de R$ 600 milhões, com a Pague Menos pagando metade disso após a aprovação do CADE
Foto: Divulgação

 

A rede cearense de farmácias Pague Menos confirmou que está negociando a compra da Imifarma Produtos Farmacêuticos e Cosméticos S.A, responsável pelas farmácias Extrafarma. Contudo, não há, ainda, "confirmação ou garantia" de que o negócio será efetivado. 

Em uma nota relevante ao mercado, a Pague Menos afirmou que manterá o mercado e a própria base de acionistas informados sobre a transação. 

"A Companhia comunica que manterá seus acionistas e o mercado em geral informados sobre o assunto,
colocando-se à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam necessários", disse a empresa em nota. 

Negociação

Segundo a agência Reuters, a negociação de compra da Extrafarma pela Pague Menos deve ser no valor de R$ 600 milhões

Metade desse valor deverá ser pago quando a compra for aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Posicionamento da Pague Menos

Para comentar o assunto, a Pague Menos emitiu um fato relevante ao mercado. 

Confira o texto do documento na íntegra:  

"A Empreendimentos Pague Menos S.A. (“Companhia”) vem, em atendimento ao disposto no artigo 157, §4° da Lei n° 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das S.A.”), e nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários n° 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, em referência às últimas notícias veiculadas na mídia, comunicar aos seus acionistas e ao mercado em geral o quanto segue.

A Companhia está atualmente em negociação para uma potencial transação envolvendo a aquisição da Imifarma Produtos Farmacêuticos e Cosméticos S.A. (“Extrafarma”). Não há, contudo, até o presente momento, qualquer contrato vinculante celebrado acerca de uma eventual transação, assim como não há qualquer garantia sobre a efetivação de qualquer negócio entre a Companhia e a Extrafama.

A Companhia comunica que manterá seus acionistas e o mercado em geral informados sobre o assunto, colocando-se à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais que se façam necessários."

Posicionamento da Extrafarma

Procurada pela reportagem, a Extrafarma também informou que as negociações estão em andamento, mas que não houve até agora celebração de contrato ou confirmação da venda. Veja a nota na íntegra:

"O Grupo Ultra informa que está em negociação com a Pague Menos para potencial venda da Extrafarma. Não há, contudo, até o momento, contrato vinculante celebrado acerca de uma eventual transação, assim como não há garantia sobre sua potencial efetivação. O Grupo afirma ainda que manterá seus acionistas e o mercado em geral informados sobre quaisquer desdobramentos relevantes relacionados ao tema".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios