Gasolina chega a R$ 7,99 em Fortaleza horas após Petrobras anunciar reajuste

Previsão era de que aumento só fosse sentido pelo consumidor nesta sexta-feira (11)

Escrito por Beatriz Rabelo e Rafaela Duarte,

Negócios
Legenda: Posto de gasolina localizado na Avenida Santos Dumont com Coronel Jucá já registra gasolina a R$ 7,99
Foto: Thiago Gadelha

Algumas horas depois de a Petrobras anunciar o reajuste do preço dos combustíveis, postos de gasolina de Fortaleza já aumentaram o valor da gasolina, nesta quinta-feira (10). O litro do produto, que tinha preço médio de R$ 6,54 no Ceará, chega a R$ 7,99 em alguns estabelecimentos da Capital. 

O litro da gasolina aditivada foi encontrado a R$ 8,19.

O aumento anunciado começa oficialmente a valer nesta sexta-feira (11). A previsão para os próximos dias é de que o valor suba até R$ 9.

Gasolina mais cara

O Diário do Nordeste identificou o valor de R$ 7,99 em posto localizado na avenida Santos Dumont, na Aldeota, e na avenida Bernardo Manuel, no Parque Dois Irmãos.

Na Aldeota, o litro da gasolina aditivada chega a R$ 8,19.

Legenda: Consumidores fazem filas em postos que ainda tem gasolina com valor abaixo de R$ 7,00
Foto: Germano Ribeiro

No estabelecimento em frente à Assembleia Legislativa do Ceará, na avenida Pontes Vieira, a gasolina comum chegou a R$ 7,97. 

Filas em postos

Nos postos com valores ainda abaixo de R$ 7, longas filas de motoristas e motociclistas se formaram durante todo o dia.

Em outro posto na Pontes Vieira, esse na esquina com a rua Osvaldo Cruz, havia uma longa fila de consumidores para abastecer a R$ 6,99. Por conta da grande procura pelo preço baixo, os veículos causaram engarrafamento na via. O mesmo foi registrado em posto na avenida Barão de Studart.

Susto com o preço

A médica veterinária Taís Câmara tirou um tempo para abastecer o carro no posto localizado na esquina da avenida Santos Dumont com a rua Coronel Jucá. Ao chegar, veio o susto com o preço. 

"Além do preço da gasolina, a gente ainda concorre com uma fila. Você chega no posto, tem cinco carros na sua frente. Está muito complicado", comentou, acrescentando só ter ido por ser uma emergência, já que deixou para abastecer no último minuto. 

"É o jeito, né? É o carro que eu uso para ir para o trabalho, mas está difícil a situação. Eu vim abastecer aqui já com dor no coração porque vou gastar dinheiro para fazer isso e o preço está muito ruim".
Taís Câmara
Médica Veterinária

Consumidor pode denunciar

placa em posto de combustível indicando a gasolina a 7,97
Legenda: Posto na avenida Oliveira Paiva registra gasolina a R$ 7,97
Foto: Thiago Gadelha

A diretora do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon) Fortaleza, Eneylândia Rabelo, alertou que postos e distribuidores de combustível não podem se aproveitar da alta procura pelo produto para elevar os preços.

O órgão também detalhou que, segundo o Código de Defesa do Consumidor, o aumento dos preços sem justa causa é considerado prática abusiva. A multa pode chegar até R$ 15 milhões.

Denúncias

Apesar de o Procon não estar realizando fiscalização direta nos postos de combustíveis, o órgão informa que o consumidor pode denunciar os preços abusivos através dos canais oficiais.

  • Portal: Consumidores podem denunciar preços abusivos no portal, no campo defesa do consumidor.
  • Telefone: Procon recebe denúncias pelo telefone 151, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.
  • Aplicativo: Denúncias também podem ser realizadas pelo aplicativo Procon Fortaleza, 24 horas.

ENTENDA O AUMENTO

Após o reajuste anunciado nesta quinta pela Petrobras, o preço do litro da gasolina deve chegar à máxima de R$ 9 nos postos do Ceará. Os consumidores sentirão o aumento em até uma semana, conforme previsão de Bruno Iughetti, consultor na área de Petróleo e Gás. 

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no último dia 5 de março, o custo médio da gasolina era de R$ 6,54, nos postos cearenses.

O conflito no leste europeu fez com que o preço do barril do petróleo do tipo Brent — referência global —  disparasse. Isso tem efeito direto sobre o valor do combustível, além da inflação brasileira.