CE representa fatia de 5% nas vendas de barcos

No País, esse segmento deve crescer em torno de 5% no ano que vem, segundo estimativa do São Paulo Boat Show

Legenda: O São Paulo Boat Show apresentou as maiores novidades do setor
Foto: FOTO: ALBERTO DE ABREU SODRE

Outros itens que têm a atenção do mercado de luxo no Brasil são os barcos, lanchas, jets e afins. No País, esse segmento deve crescer em torno de 5% no próximo ano, segundo estimativa do diretor técnico do São Paulo Boat Show - maior salão náutico indoor da América Latina, Marcio Dottori. Apesar da expectativa, ele reconhece que o setor também sofreu com a crise no ano de 2015 e em 2016. Entre público consumidor nacional, o Ceará representa uma fatia de 5%.

>Mercado de luxo deve crescer até 13% neste ano

>iPhone 7 e 7 Plus custarão até R$ 4.899 no Brasil

"Nós estávamos indo muito bem até a crise apertar. Em 2010, o segmento náutico estava expandindo em torno de o dobro do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Depois sofremos um pouco com a crise, o que foi normal, mas já vemos um crescimento em 2017", explica Dottori, completando que o segmento já começa a reaquecer.

Atualmente, de acordo com ele, há um barco no País para cada 259 brasileiros, sendo Santa Catarina o principal estado produtor e São Paulo o principal consumidor. A meta, agora, é chegar na proporção um para 100 em 2025, já que não vai ser possível atingir isso no ano de 2020, para o qual era projetado o número antes do período de crise econômica.

"Há um grande potencial para expansão, mas se compararmos o setor náutico brasileiro com o de outros países, a diferença é muito grande. Nos Estados Unidos, é 1 barco para 23 pessoas e na França é 1 para 63".

No Estado, os jets, que custam em média R$ 60 mil, são os preferidos. As lanchas, que de acordo com ele não são muito a praia do cearense, podem ser encontradas por R$ 1,5 milhão. Apesar de ter um dos melhores estaleiros do Brasil, na visão do diretor técnico do São Paulo Boat Show, o segmento é um pouco mais restrito no Estado. "O Inace (Indústria Naval do Ceará) não tem uma grande produção, mas faz excelentes embarcações", ressalta. Para ele, a náutica do Estado sofre com as condições do mar. "É bem agitado. Tem Fortim e Iracema, onde o pessoal deixa alguns, mas pelo estado do mar é mais difícil mesmo usar barco a motor", acrescenta.

São Paulo Boat Show

No mês passado, ocorreu a 19ª edição do São Paulo Boat Show, no São Paulo Expo. Durante o evento, foram apresentados as principais inovações do mercado de lanchas, jets, caiaques, motores e acessórios.

O público estimado em 41 mil pessoas que passou pelo São Paulo Boat Show pôde ver 100 expositores. A mostra contou ainda com a exposição Tesouros Náuticos, que apresentou 20 embarcações vintage de passeio e esporte, além dos barcos tradicionais.

Um dos destaques da mostra foi a lancha oficial de Fórmula 1, fabricada na Holanda em 1979.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios