Aprovada 1ª resolução do País que trata do licenciamento ambiental para usinas de hidrogênio verde

Com normas, investidores têm diretrizes para o enquadramento das usinas no Estado

Escrito por Bruna Damasceno, bruna.damasceno@svm.com.br

Negócios
Reunião
Legenda: Proposta da Semace discutida e aprimorada por um grupo de trabalho específico do colegiado é aprovada
Foto: Semace / Divulgação

O Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema) aprovou, nesta quinta-feira (10), a primeira resolução de licenciamento ambiental para hidrogênio verde (H2V) do Brasil. Com as normas definidas, os investidores terão diretrizes para o enquadramento destas usinas.

Atualmente, o Ceará possui, pelo menos, 14 memorandos de entendimento nesta área. 

O texto também prevê um prazo de 90 até 180 dias para a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) analisar as propostas, a depender do tipo de processo. A decisão ocorreu durante reunião ordinária do colegiado cearense.

Segundo o titular da Semace, Carlos Alberto Mendes Júnior, a resolução traz a definição do potencial poluidor degradador e a padronização dos processos para esses empreendimentos. 

"A partir de agora, nós temos tudo isso estabelecido. Um licenciamento trifásico, com licença prévia, de instalação e de operação, definida por portes, além dos tipos de estudos que serão cobrados", explica. 

Ele exemplifica que serão exigidos um estudo e relatório ambiental para usinas de porte médio. Já as menores terão documentação simplificada. 

"Além de ser um marco sobre o aspecto de mostrar a intenção do Ceará em se transformar em um 'hub' de Hidrogênio Verde, a resolução traz, ainda, uma segurança jurídica para os empreendimentos", observa.

"São mais de 16 memorandos de entendimento assinados pelo governador [Camilo Santana] com as empresas. Hoje, essas companhias terão segurança jurídica de saber qual a tramitação, qual tipo de estudo será solicitado e como será o rito do processo", lista. 

O encontro foi presidido pelo secretário da Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema), Artur Bruno. 

Veja algumas empresas que já assinaram memorandos para projetos de hidrogênio 

  • Enegix Energy
  • White Martins
  • Qair
  • Fortescue
  • Eneva
  • Diferencial
  • Hytron
  • H2helium
  • Neoenergia
  • Engie
  • Transhydrogen Alliance
  • Linde
  • Total Eren
  • AES Brasil

Telegram

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste