Agências do INSS em Fortaleza reabrem nesta segunda após suspeita de casos de Covid-19

As agências haviam retomado as atividades presenciais na segunda-feira (14)

Legenda: Agências do INSS em Fortaleza reabrem nesta segunda após suspeita de casos de Covid-19
Foto: José Leomar/SVM

As quatro agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Fortaleza que haviam sido fechadas devido à suspeita de que servidores do órgão foram contaminados pela Covid-19 vão reabrir nesta segunda-feira (21). 

As agências haviam retomado as atividades presenciais na segunda-feira (14). Mas, segundo o INSS, um membro do sindicato dos servidores que visitou as unidades entre os dias 10 e 14 de setembro foi diagnosticado com Covid-19. A pessoa infectada faz parte do sindicato representativo da categoria, e não faz parte do quadro de servidores ativos do INSS.  

As unidades de atendimento de Fortaleza passaram por sanitização completa depois da visita do representante sindical. 

Conforme o órgão, foram seguidos todos os protocolos sanitários como higienização constante das agências e afastamento de servidores que tiveram contato por mais de 15 minutos e a menos de um metro de pessoas com suspeita ou confirmação de infecção, cumprindo o isolamento recomendado pelas autoridades de saúde até que seja descartada possível infecção.

Em nota enviada na noite deste domingo (20), o Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sinprece) disse que "lamenta a postura da gerência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Fortaleza que, mesmo diante de casos positivos para covid-19, no retorno das atividades presenciais, em 14 de setembro, ignora a testagem em massa dos servidores requerida pela entidade representativa e avisa que retomará o atendimento nesta segunda (21)".

"De fato a diretora não faz parte do quadro funcional por estar aposentada, mas teve contato com os colegas que ali atendiam a população e pode ter sido contaminada em umas das agências visitadas, mesmo usando máscara e face shield. O Sinprece esclarece que a ação sindical foi realizada em defesa da vida de todos, inclusive dos assistidos. O sindicato constatou diversas irregularidades como as instalações de acrílicos intercalando as mesas de atendimento e deixando a lateral das mesas sem qualquer proteção", afirma o sindicato.

O INSS informou, ainda, que as unidades que voltarão ao atendimento presencial estão aptas e seguras para servidores e segurados. Para o órgão, "a saúde de servidores e segurados é prioridade para a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e para o INSS, que manterão constante monitoramento das unidades."

Perícia médica

A perícia médica continua suspensa, devendo ser remarcada, e o cumprimento de exigências deve ter o agendamento alterado para exigência expressa, cujas urnas seguirão disponíveis nas unidades fechadas.

Dessa forma, o INSS mantém em atendimento uma das maiores demandas que é a apresentação de documentos para pedidos na situação “exigência”, a ser inserida nos processos e analisada pelos servidores em trabalho. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios