Repórter da Globo usa cobertor para aguentar frio de -7ºC em Santa Catarina

O estado registrou a temperatura mais baixa do ano no Brasil na quinta-feira (29)

Escrito por Redação,

Zoeira
Repórter apareceu ao vivo usando cobertor emprestado por turista
Legenda: Repórter apareceu ao vivo usando cobertor emprestado por turista
Foto: Reprodução/NSC TV

O frio intenso em Santa Catarina chamou atenção durante transmissão ao vivo de uma afiliada da TV Globo, na manhã desta quinta-feira (29). O jornalista Douglas Márcio fez participação ao vivo no "Bom Dia SC" enrolado em um cobertor. Ele recebeu a manta de uma família de turistas logo após participação no telejornal "Hora 1".

O estado registrou a temperatura mais baixa do ano no Brasil na quinta, em -8,6ºC. Douglas fez participação ao vivo, na cidade de Urupema, quando o termômetro da praça registrava -7ºC, por volta de 6h10.

“Uma família de Joinville ficou com pena de mim, me emprestou o cobertor. Aceitei na hora, porque está muito frio. Realmente está muito frio! Eu nunca senti nada parecido”, contou Douglas à apresentadora Eveline Poncio.

Douglas Márcio, que também é técnico em meteorologia, foi à Serra catarinense para a cobertura especial sobre o frio esta semana. Nas redes sociais, ele falou sobre a expectativa e até mostrou a organização da mala para passar dias na região.

Onda de frio

Onda de frio apresentada em previsões dos modelos numéricos na região Sul do Paísq
Legenda: Onda de frio apresentada em previsões dos modelos numéricos na região Sul do País
Foto: Divulgação/Inpe

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), por meio do Sistema Nacional de Meteorologia, a presença de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico, intensificou os ventos no litoral da Região Sul e também favoreceu a incursão de umidade nas serras Gaúcha e Catarinense desde quarta-feira (28). 

Outras regiões do País também são alvo da frente fria. Nesta sexta-feira (30), a previsão de geada se estende para todo o estado de São Paulo, sul, Campo das Vertentes, oeste, Triângulo e Alto Paranaíba em Minas Gerais (área de divisa com SP- Serra da Mantiqueira, poderão ter intensidade moderada a forte). Também poderá ocorrer de forma mais isolada no sul de Goiás.