Paulo Gustavo temia pegar Covid-19 e cumpria isolamento social à risca: 'paranoico'

Declaração foi feita em maio de 2020, durante entrevista ao "Além da Conta", do GNT

Escrito por Redação,

Zoeira
Paulo Gustavo
Legenda: Para a amiga Ingrid Guimarães, que apresenta o programa, ele não escondeu a preocupação com a pandemia
Foto: Divulgação

O ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu vítima da Covid-19 nesta terça-feira (4), falou, em maio de 2020, durante entrevista ao Além da Conta, do GNT, que estava "paranoico" e com medo de pegar a doença, e que cumpria o isolamento social à risca.

Para a amiga Ingrid Guimarães, que apresenta o programa, ele não escondeu a preocupação com a pandemia. Em maio de 2020, Paulo Gustavo afirmou que aproveitava a casa onde morava com a família, e que estava com pavor de ser infectado pelo vírus. 

"Estou porque tenho problema respiratório. A medicina não sabe como esse vírus reage dentro de cada pessoa. Tenho medo de pegar isso, a pessoa não saber o que usar em mim e eu morrer. Tenho medo", disse.

Entenda o caso

O ator e humorista morreu aos 42 anos, na noite de terça-feira (4), em decorrência de complicações da Covid-19. Em comunicado da família e equipe médica do artista, a confirmação do falecimento se deu após relatórios recorrentes apontando quadro grave durante tratamento da doença.

Paulo Gustavo foi internado ainda no dia 13 de março, em um hospital particular da Zona Sul no Rio de Janeiro, após testar positivo para o vírus.

De início, as respostas aos cuidados médicos transcorriam bem, mas o artista precisou ser intubado para recorrer à ventilação mecânica.

Assuntos Relacionados