Marcelo Falcão, ex-O Rappa, tem prisão domicilar revogada no caso da pensão da filha

Cantor é réu em processo por não pagamento de benefício alimentício à filha Agatha

Escrito por Redação,

Zoeira
Marcelo Falcão
Legenda: A revogação da prisão foi concedida em liminar de habeas corpus nessa quarta (17)
Foto: Divulgação

Marcelo Falcão, ex-vocalista e líder da banda O Rappa, teve a prisão domiciliar revogada. A medida havia sido decretada no último dia 11 de novembro, em razão do processo sobre o pagamento da pensão de sua filha Agatha Cristal Silveira.

A informação foi confirmada ao site Splash, do Uol, pelo assessor do advogado do cantor, José Estevam Macedo Lima nesta quinta-feira (18).

"É uma ação de reconhecimento de paternidade e anulação de registro civil e alimentos. O processo se estende há tempos em fase de alimentos provisórios até hoje, mas não por culpa do Marcelo. Ele se apresentou voluntariamente na ação de reconhecimento de paternidade. O Marcelo é cumpridor das decisões judiciais", explicou o advogado. 

A revogação da prisão foi concedida em liminar de habeas corpus, movimentada nessa quarta-feira em segunda instância pela 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

Mandado de prisão 

Em razão da pandemia, a prisão que havia sido decretada contra o cantor teria duração de dois meses. O mandado de prisão já tinha sido expedido, porém Falcão se encontra atualmente no exterior fazendo shows nos Estados Unidos. 

O advogado Júlio Marques Guimarães Júnior, que representa Ágatha, filha de Falcão, apenas disse que a ação ainda se encontra em primeira instância, "em razão de inúmeros recursos procrastinatórios interpostos”.