Globo demite mais dois jornalistas experientes: Renato Machado e Francisco José, do Globo Repórter

Os jornalistas estavam na emissora desde as décadas de 70 e 80

Escrito por Redação,

Zoeira
A imagem mostra uma montagem dos jornalistas Renato Machado (à esquerda) e Chico José (à direita).
Legenda: Renato Machado e Chico José eram veteranos do jornalismo da Globo.
Foto: Divulgação

A Rede Globo demitiu nesta segunda-feira (29) mais dois de seus jornalistas mais experientes. Renato Machado e Francisco José, cada um com mais de 40 anos de emissora, se juntaram a Alberto Gaspar, Ari Peixoto, José Hamilton Ribeiro, Eduardo Faustini, Isabela Assumpção e Linhares Júnior, que também foram desligados recentemente da empresa. 

Os dois atuavam principalmente no 'Globo Repórter', onde deixaram materiais inéditos que ainda devem ser exibidos pela emissora.

Segundo o Notícias da TV, do Uol, o diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel, enviou um e-mail para se despedir dos colegas e elogiar o trabalho entregue por eles. O portal teve acesso às mensagens.

"Renato deixa um legado de bom jornalismo. É um exemplo de profissional de excelência. Em meu nome, em nome da Globo e de seus colegas, muito obrigado", escreveu Kamel para o primeiro colega. "Nada representa mais Chico José do que sua identificação com o Nordeste. É um apaixonado. Durante 10 anos, fez coberturas da seca e da miséria que assolavam o sertão nordestino", elogiou o segundo.

Trajetória de Renato Machado

Renato, 78, estava na Globo desde 1982. Já atuou por dois anos na BBC de Londres e por 14 no Jornal do Brasil. Também já foi correspondente da Globo em Londres e editor-chefe e apresentador do 'Bom Dia Brasil' por 15 anos. Já cobriu de guerra a atentado terrorista e acidente nuclear.

Atualmente, produzia reportagens especiais para o 'Globo Repórter'.

Trajetória de Francisco José

Francisco José, 77, por sua vez, estava na Globo desde 1975. Segundo o Notícias da TV, ele, que é cearense do Crato, foi um dos primeiros com sotaque fora do eixo Rio-São Paulo a apresentar o 'Jornal Nacional'. Já cobriu guerras, copas mundiais de futebol e a ECO92, uma conferência climática ocorrida no Rio de Janeiro.

Certa vez, na cobertura de um assalto a banco em Recife, em 1987, uma mulher grávida foi ameaçada com um revólver na cabeça e Chico José se colocou entre ela e o criminoso, se oferecendo como refém em seu lugar.

Atualmente, como Renato, também produzia reportagens especiais para o 'Globo Repórter'.

Assuntos Relacionados